3 Ecos da Falésia: UM PAÍS A SÉRIO?

quinta-feira, janeiro 19, 2006

UM PAÍS A SÉRIO?

´Vieram alguns jornais anunciar, há dias, que existem
600.000 falsos votantes.
Que seriam os, já, falecidos e os emigrados.
Sendo Portugal um país muito virado para o "esquema"
e o "desenrascanço", não me custaria a crer que muitos
dos nomes de ausentes, possam vir a ser aproveitados
por alguns "Chicos-espertos" da nossa praça.
De pouco lhes servirá, mas o gosto de transgredir, falará
mais alto.

E, cá entre nós, o "falso", geralmente, obtém sucesso.

De outra forma, não se explicariam os elevadíssimos
números de:

-Falsos pensionistas que conseguem levantar pensões.
-Falsos desempregados que recebem o respectivo
subsídio.
-Falsas baixas por doença.
-Falsos atestados médicos, passados para diversos fins.
-Receitas falsas aviadas nas farmácias.
-Falsas deslocações, em serviço, para obtenção de
subsidios.
-Facturas falsas passadas por este mundo e o outro.
-Falências falsas, em inúmeras empresas.
-Marcas falsificadas de artigos de vestuário e calçado.
-Selos falsos em garrafas de bebidas e em tabaco.
-Falsificação de perfumaria e cosmética.
-Passaportes, BIs, Cartas de Condução e outros
documentos, falsos.
-CDs e DVDs falseados.
-Automóveis (roubados ou não), andando , por aí,
com matrículas falsas.
-Milhões de assinaturas falsas em cheques e outros
documentos.
-Falsos dentistas a exercer, em todo o país.
-Táxis falsos a transitar, pelo menos, em Lisboa
e no Porto.
-Notas falsas, cada vez em maior número,
em circulação.

E, noutro plano:
-Grande parte da população usa dentes falsos...
-As nossas "top-models" e outras beldades, não
dispensam os falsos seios de silicone...
-Muitas bocas voluptuosas foram moldadas com
o mesmo produto...
-Extensões de cabelo falso, ornamentam muitas
cabeças...
-Paga-se muito bem, para colocar unhas falsas...

Termino com as falsas promessas feitas por políticos,
em campanha eleitoral ( e fora dela, também).
Estranhamente, os mesmos políticos que mentem,
vêm queixar-se, amiúde, de sondagens falseadas.

Por tudo o exposto e pelo muito mais que ficou
esquecido, podemos chegar à triste conclusão de que
vivemos, todos, num mundo "faz-de conta",
alimentando-nos de falsas expectativas, criadas pelos
argumentos falsos que os nossos governantes inventam
para nos convencerem de que este sítio, em que vivemos,
é um PAÍS A SÉRIO.

TLIM

1 Comments:

At 12:00 da manhã, Anonymous Bocarra Maldosa said...

Os candidatos à presidência tambem serão só uns bonecos insufláveis,
made in China?

 

Enviar um comentário

<< Home