3 Ecos da Falésia: NA SERRA DE SICÓ

terça-feira, janeiro 16, 2007

NA SERRA DE SICÓ

Antes, mesmo, de começar a escrever, aqui, qualquer coisa que possa ser mal interpretada, quero esclarecer, desde já, que gosto imenso de animais, já tive vários, apoio, de alma e coração a sua defesa (dentro dos limites da racionalidade, entenda-se), dou-me, lindamente, com répteis e toda a espécie de batráquios e quanto a insectos, também os poupo, desde que estejam do lado de fora da casa.
Até já tive um morcego na mão e fiz-lhe cutchi-cutchi na cabecinha, o que ele deve ter apreciado, porque não me mordeu.
No próximo post vou, mesmo, mostrar uma fotografia que tirei a uma osga, frequentadora assídua do meu quintal de Sesimbra e que nem foge, quando eu me aproximo.

Bom.
Dito isto, vou passar aos finalmentes.
O último "Expresso" trazia um texto de António Rosado, respigado do Diário "As Beiras" e intitulado MORCEGOS PREJUDICAM NEGÓCIO EÓLICO.
"As limitações impostas pelo Instituto do Ambiente à instalação de um parque eólico na Serra de Sicó, em terrenos baldios do concelho de Pombal, fez baixar de €721 mil para €242 mil a retribuição anual a pagar pela operadora, na proporção directa da redução de energia, que estava previsto produzir no local.
Considerou-se que os aerogeradores prejudicariam a comunidade de morcegos, que nidificam no topo da montanha, num local designado por Cumeada.
Com a deslocação das torres para uma cota algumas dezenas de metros mais baixa, não será possível aproveitar toda a força do vento na serra, com repercussões directas no volume de energia a gerar."

Já sabíamos que as cegonhas mandavam bastante cá no país e nem convém incomodá-las muito, mesmo que a luzinha possa, eventualmente, pregar-nos a partida.
Há menos de dois anos, o desvio do traçado da A24, entre Viseu e Chaves, previa que fosse custar ao erário público um módico acréscimo de 150 milhões de Euros, por a sua localização vir a ser feita sobre uma ravina, mediante um viaduto de altura equivalente a um prédio de 30 andares. Tudo porque, em baixo, circulava, alegremente, uma "alcateia" composta por sete simpáticos lobos.
Nem sei qual terá sido a decisão final, mas sei que os empatas ganham sempre e quem se amola são as populações.
Também tinha havido, antes, a decisão de suspender a construção de uma estrada do interior porque, mais uma vez, o diabo do traçado se sobrepunha ao habitat de uma colónia de ratos característicos da Península Ibérica.
É isto.
Os Senhores Engenheiros metem-se nos gabinetes, não vão ao terreno dialogar com a bicheza e depois, nem o pai morre nem a gente almoça.
Estes responsáveis pelo Instituto do Ambiente devem ter uma afinidade qualquer com os morcegos.

Provàvelmente, a de que, nem uns nem outros, enxergam dois palmos à frente do nariz.

TLIM

10 Comments:

At 8:52 da tarde, Anonymous poetaeusou said...

Sininho, que injustiça.
A malhar nos ambientais.
Eles desistiram da liça.
Com Sedes novas e funcionais.
Aderiram á preguiça.
E é vê-los, por aí, Boçais...
poetaeusou(respeitador)

 
At 12:12 da manhã, Blogger Luis Eme said...

Quando não há bom senso é assim...
a corda estica, estica, até que rebenta...

 
At 12:41 da manhã, Blogger Sininho said...

Poetaeusou:

Ó valha-me Deus, senhores,
Que este Poeta das socas,
Todo o dia a mandar bocas,
Nem me deixa descansar!
Eu malho em ambientais
Mas tu chamas-lhes boçais.
Não os poupas nos louvores...

 
At 12:48 da manhã, Blogger Sininho said...

É como dizes, Luís.
A falta de senso tem acabado por paralizar, desnecessàriamente, obras que beneficiariam muita gente, sobretudo no interior.

 
At 1:28 da manhã, Blogger Maria said...

sininho

Desculpa qualquer coisinha... eu é que sou a culpada das socas... já não lhe levo o queijo...

 
At 1:39 da manhã, Blogger a.leitão said...

Tudo tem explicação.
Sejamos coerentes
Na nossa apreciação.
Nadamos contra correntes
Neste mundo em ebulição.

Morcegos há muitos.
Na noite têm o norte.
Pategos mais que muitos
Que nos levam ao desnorte.

Quanto à métrica estamos falados.
Não desesperemos de todo.
Portugueses somos fadados
Para gramar-mos o lodo.

Que tal?

 
At 9:22 da manhã, Blogger 'mega' said...

'sininho, vais-me desculpar, mas depois da parte da "Cumeada" que não consegui seguir com atenção o resto do post...'

 
At 12:39 da tarde, Blogger Sininho said...

Maria:
Culpada por umas fotos tão bonitas?
Nem pensar.
Mas acho que ele merece ficar sem os queijos, que é para aprender...

 
At 12:44 da tarde, Blogger Sininho said...

A.leitão:

Isto é que vai uma crise!
Já são dois a versejar.
Não sei se contemporize...
A.leitão: Poupa-me, please,
Qu'inda acabo a claudicar!

 
At 12:47 da tarde, Blogger Sininho said...

Mega:
Pois é, pois é.
Isso é muita falta de concentração, sabe-se lá porquê...

 

Enviar um comentário

<< Home