3 Ecos da Falésia: ANIMAIS RACIONAIS (ou nem por isso)

segunda-feira, abril 07, 2008

ANIMAIS RACIONAIS (ou nem por isso)

Hoje não vou falar exactamente de cães, embora o comportamento da raça em causa não ande muito longe daquele que podemos obvervar nos canídeos.
Estes guiam-se bàsicamente pelo instinto. São irracionais. Podem comportar-se de forma civilizada quando devidamente ensinados.
Mas, em época de cio, não há ensinamento que lhes valha.

A raça humana, pensávamos nós, deveria comportar-se de forma ligeiramente diferente, se por algum motivo é considerada racional.
A verdade é que cada dia que passa torna menos longínquo o dia em que voltaremos a andar todos, outra vez, com as mãos pelo chão.

Todo este arrazoado vem a propósito do casal britânico John e Jenny Deaves, 61 e 39 anos, respectivamente.
Este simpático e risonho par define-se como "consenting adults" e exige ser tratado com naturalidade e respeito.
E porque não, perguntarão os senhores.
Pelo insignificante pormenor - respondo eu - de serem pai e filha, expondo e exigindo ao mundo a sua liberdade para gerar filhos, resultem eles muito ou pouco saudáveis.
A menina da foto já é o segundo rebento. O primeiro morreu de doença congénita.
Coisa de somenos que não veio ensombrar a felicidade do casal.
Um dia destes, surgirá por aí algum grupo de pressão a celebrar o "orgulho do incesto".
Digo eu.
É mais uma "opção" a considerar, tão válida como a do outro pai que ainda podia ser mãe e engravidou porque sim. São escolhas.
E utilíssimas quando se trata de equilibrar o orçamento familiar.
Entrevistas a rádios, televisões, jornais e revistas do coração, rendem que se fartam.
Não tarda, haverá vídeos caseiros no Youtube.
A seguir sairá o livro (se algum dele souber escrever). E os direitos para a realização do filme garantirão a mudança para uma casa maior.

Ficamos agora à espera de um episódio ainda mais picante, tipo "jovem de 13 anos escolhe gata dos pais para constituír família".
"Octogenária foge com neto de 10 para paraíso tropical, onde irão viver um idílio escaldante".
Ou assim.

E depois os cães é que são irracionais e (alguns, entre eles) perigosos.

***************************************************************************

18 Comments:

At 5:13 da tarde, Blogger Carlota said...

Tens toda a razão.
(Já te disse que gosto imenso da forma como imprimes os teus comentários aos temas dos teus textos? Se não, pronto, agora já disse.)
:)

 
At 8:27 da tarde, Blogger Luis Eme said...

Houve em tempos um caso destes na Costa de Caparica, bastante falado, de um "selvagem", que além dos filhos que fazia à mulher, também os fazia às filhas, assim que elas se tornavam fisicamente mulheres...

Era uma promiscuidade completamente abjecta, que explica um pouco porque algumas pessoas não têm valores nem referências neste mundo...

Isto está tudo maluco, querem tornar tudo normal... rompendo com a civilização e a própria natureza humana...

abraço Sininho

 
At 8:36 da tarde, Blogger poetaeusou . . . said...

*
e uma novela,
que logo á partida,
seria um grande novelo
ou
massa de meada, não sei ...
,
nas minhas "lembraduras",
esta história é repetitiva,
ou quase,
vejamos:
o inicio foi o adão,
em seguida a eva,
nascem o caim e o abel,
o caim matou abel,
nascem filhos do caim,
de quem, senhor ?
quem é o pai da criança ?
pergunta normal,
agoa não saber-mos quem é a mãe ...
não me digam que . . .
,
ai que "isto" nasceu tudo torto ...
,
conchinhas
*

 
At 10:32 da tarde, Blogger Cris Caetano said...

Estou sem palavras. :( Não consigo aceitar o fato como normalidade, longe disso, até me incomoda o sorriso em conjunto do casal...tem ali qq coisa errada.

Beijinhos

 
At 11:03 da tarde, Blogger Maria said...

Não tenho palavras para escrever o que isto me repugna.
Porque não quero "conspurcar" o teu blog...

A minha capacidade de entendimento esgotou-se aqui...

Beijinhos

 
At 12:07 da manhã, Blogger Sininho said...

Carlota:
Pois não, não tinhas dito.
Ó pra mim toda contente:)))
Obrigada.

Beijinho

 
At 12:18 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Portugueses!
O pior está para vir. Concerteza Sócrates e o PS rapidamente tomarão conhecimento desta notícia progressista (de esquerda) e a seguir ao próximo referendo para legalização dos casais homossexuais virá o referendo para legalizar as relações incestuosas. Quem duvida? Ou não vivêssemos na época do vale tudo e de nada nos espantar.

Farol do Cabo

 
At 12:19 da manhã, Blogger Sininho said...

Luís:
Não é que ignoremos muita da promiscuidade que por aí vai.
Geralmente as coisas passam-se "na clandestinidade", se é que posso chamar-lhe assim.
Os sujeitos fazem-na pela calada porque, lá no fundo, sabem que o acto é censurável.
Estes, pelo contrário, vêm a público vangloriar-se da situação.
É o mundo de pernas para o ar.

Abraço

 
At 12:22 da manhã, Blogger Sininho said...

Poeta:
Devo dizer que, no que toca ao Antigo Testamento, sou a mais perfeita nulidade.
Mas também - há que dizê-lo com frontalidade - eu nunca fui catequista...

Abraço

 
At 12:30 da manhã, Blogger Sininho said...

Cris:
Há qualquer coisa de muito podre e, desta vez, não é no reino da Dinamarca.
Tens toda a razão:
O sorrisinho é, no mínimo, inquietante.

Beijinho

 
At 12:37 da manhã, Blogger Sininho said...

Maria:
Deixa lá, eu sou muito boa a imaginar:)))
Calculo os epítetos que te subiram à cabeça.
Terão sido semelhantes aos que passaram pela minha, quando li a «notícia» hoje de manhã.

Beijinho

 
At 1:03 da manhã, Blogger Sininho said...

Farol do Cabo:
Ena, ena, este comentário até parece ter uns laivos Pinto-Coelhistas (sem ofensa)...
Este é um espaço absolutamente aberto a todas as tendências, como já deve ter reparado...

Se quer que lhe diga, acho que, relativamente a esse particular referendo, se ou quando vier a acontecer já eu estarei a fazer tijolo.
E como, por enquanto, acalento a secreta esperança de não estar ainda com os pés para a cova...

Uma boa semana

 
At 2:16 da tarde, Blogger samuel said...

Quem defende isto, defenderá o quê? O direito à "abjecção" de consciência?
Chiça!...

Abreijo.

 
At 8:11 da tarde, Blogger Sininho said...

Samuel:
És imparável nos trocadilhos...
"Abjecção de consciência" é o que melhor define a situação.

Abraço

 
At 9:36 da tarde, Blogger manhã said...

será que vamos quebrar o primeiro e último grande interdito? o incesto? é uma das poucas coisas que separa o nosso comportamento da animalidade convulsa!

 
At 10:48 da manhã, Blogger CARTEIRO said...

Se eu fosse o Mário Crespo, perguntaria qual é o racional desta espantosa notícia.

Querem ver que o (i)racional sou eu?

 
At 9:17 da tarde, Blogger Sininho said...

Manhã:
Calcula o que esta história deve render em direitos de autor:)))

Voltamos aos tempos da Roma imperial...

Beijinho

 
At 9:27 da tarde, Blogger Sininho said...

Carteiro:
Essa dúvida deixa-me bastante apreensiva...

Abraço

 

Enviar um comentário

<< Home