3 Ecos da Falésia: AVÓS SÃO IMPRESCINDÍVEIS

quinta-feira, julho 26, 2007

AVÓS SÃO IMPRESCINDÍVEIS



Deveria ser proibido passar por este mundo sem se ter conhecido pelo menos uma.
.
Um grande beijinho para ti, minha Avó.
Onde quer que estejas.
.
.
.26-Julho-2007

11 Comments:

At 10:28 da tarde, Blogger Maria said...

Completamente de acordo contigo, sininho.
A minha avó materna foi a "coisa" melhor que aconteceu na minha vida, à época...

Beijinhos

 
At 9:49 da manhã, Blogger 'mega' said...

'um beijo 'daqueles' para a minha também... que saudades...'

 
At 5:50 da tarde, Blogger Gi said...

Junto os meus beijos ao teu. Tive a sorte de conhecer as duas. Tão diferentes uma da outra e ambas com uma tão grande capacidade de amar. De todos os netos eu sei ter sido sempre a "menina dos olhos" . E que olhos lindos as duas tinham.

Beijinhos

 
At 5:53 da tarde, Blogger Gi said...

P.S. - Ontem pela primeira vez sem ter "voz-off" para se guiar , recebi uma mensagem - "um beijo avó é o teu dia, estou a comer um chupa-chupa" - sim porque mesmo ao telefone ele sabe que gosto de saber o que anda a fazer :).

Beijinhos

 
At 3:05 da manhã, Blogger Pedro said...

Tenho uma avó viva, Sininho, apesar dos meus 35 anos. Tem 90 anos e ainda gosta de bulir e mandar aqui e ali - e fá-lo mesmo!
O meu avô dizia que era meu pai duas vezes e tinha razão. São pais mais maduros...

 
At 12:01 da tarde, Blogger Sininho said...

Meus amigos comentadores:
As minhas desculpas pela ausência.
Estive três dias a "sesimbrar" e lá, não tenho internet.

As avós são mesmo imprescindíveis na nossa vida. Hoje em dia, os avôs andam quase a par mas quando eu era criança, "elas" batiam-nos aos pontos... e como!

A Maria, o Mega, a Gi (avó como eu) e o Pedro, são pesssoas privilegiadas por terem contado com o amor das suas avós.
Sorte a do Pedro que ainda conta com a dele.

Como dizia uma criança, "As avós são as únicas pessoas grandes que têm sempre tempo"...

4 beijinhos, um para cada um.

 
At 11:50 da manhã, Anonymous alfacinha said...

ainda me lembro como se fosse ontem a minha adóravel avó.

 
At 1:02 da tarde, Blogger Sininho said...

Alfacinha:
Bem vindo a este espaço.
Mais uma pessoa que teve a sorte de conhecer e amar a sua avó.

Um abraço

 
At 5:44 da tarde, Anonymous alfacinha said...

obrigado para dar uma visita e que deixou um recado amável ,se tenha algum assunto a respeito dos nossos dois países seja bem vindo no meu blogue

 
At 9:47 da tarde, Blogger Sininho said...

Alfacinha:
É o que farei.

Abraço.

 
At 7:37 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Prezada Senhora
Na constante pesquisa sobre o tema AVÓS e porque se aproxima o dia
26Julho - Dia Nacional dos Avós, estou deste modo e por este meio e desenvolver trabalho de incentivo que ANA ELISA DO COUTO, natural de Penafiel, mentora da data, me pediu antes de "partir".
Quase 17 anos a lutar pela consagração aos avós. Em Maio de 2003 a Assembleia da Republica oficializou esse dia. Muito labor e algumas desilusões as quais eram por vezes compensadas com incentivos que chegavam de todo o país e das comunidades lusas. Desde Sua Santidade João Paulo II a Diogo Freitas Amaral / ONU, que lhe enviaram palavras de corajem, também recorria a atletas que iam competir para outros países os quais transportavam publicidade alusiva à data (!), pediu ao cantor Julio Iglésias que cantasse os avós (1), enfim o que fez minha Mãe para conseguir este seu intento a tentar alargá-lo para um Dia Mundial dos Avós.
...
Cada neto é estrelinha
Iluminando a velhice
Cada avó uma abelhinha
Cheia de mel e meiguice (Anelco)

Pseudónimo que Ana Alisa usava nos seus milhares de poemas.
Espero que os Ecos da Falésia, contribuam para que o próximo dia 26 Julho seja recordado e bastante lido em especial por jovens aos quais peço que dediquem um gesto simples mas de amor aos seus Avós.
Bem hajam
A J Couto Faria
quatrois@hotmail.com

 

Enviar um comentário

<< Home