3 Ecos da Falésia: FOI PORREIRO, PÁ

segunda-feira, outubro 22, 2007

FOI PORREIRO, PÁ


.
FOI PORREIRA A FESTA , PÁ
FICASTE CONTENTE
E FOI BEM CONVENIENTE
ESTE TEU NOVO TRAMPOLIM.
.
CORREU BEM A TUA FESTA, PÁ,
EUROPEIAMENTE.
ACOLHENDO PESSOALMENTE
O GORDON BROWN NO TEU JARDIM.
.
HÁ OS MACCANN A PRESSSIONAR...
Ó QUE AZAR, Ó QUE AZAR!
MAS TU SABES QUE É PRECISO, PÁ,
NEGOCIAR, NEGOCIAR...
.
BAIXA A CABEÇA AO CASAL, Ó PÁ,
SÊ BENEVOLENTE
E MANDA URGENTEMENTE
QUE SE ALTERE O FOLHETIM!
.
.
(com desculpas ao Chico Buarque que não merecia...)
.
**********************************************************************
Etiquetas: Festas, empenhos e porreirismo.

14 Comments:

At 5:13 da tarde, Blogger Cris Caetano said...

Não é a primeira vez que percebo teus dotes para a composição de letras músicas... ;)

Não creio que Chico ficasse chateado.
Beijinho

 
At 6:18 da tarde, Blogger Sininho said...

Cris:
Agora que voltei a ler isto, parececeu-me muito mal conseguido.
Não sei se não o apago.
Logo mais, resolvo.

Beijinho

 
At 6:28 da tarde, Blogger Maria said...

Maravilhosa Sininho! Não me espantas, porque já uma vez escrveste aqui uma réplica das Águas de Março.

O Chico até compreende, e digo-te que a essência desta palhaçada que teve lugar na quinta e na sexta (e não estou a falar da manifestação!!!!!) está exactamente aqui, no quarto verso, "ESTE TEU NOVO TRAMPOLIM". Porque foi disso mesmo que se tratou. Engº pode não ser, mas burro não é, mesmo. Tratou, de um modo subtil, do seu futuro político. Mai nada!

Beijinhos

 
At 7:31 da tarde, Blogger Luis Eme said...

Isto parece mais um "Rap" que um samba.

Não apagues, está fixe.

Abraço

 
At 8:04 da tarde, Blogger poetaeusou . . . said...


"háke tempes,
´´e pá tinha,,
que ser porreiro,
o papa
a rainha
o embaixador
da quinta do conde
o marquês da outra banda
o scolari
*
é muita pressão,
mas foi porreiro, pá
*

 
At 9:41 da tarde, Blogger Sininho said...

Maria, minha amiga:
Não é lá por causa duma palavra que a coisa deixa de estar fracota.
Já lhe passei os olhos várias vezes e a sensação é sempre a mesma.
Não saíu bem.
Tu é que és muito benevolente.

Toma lá um beijinho.

 
At 9:43 da tarde, Blogger Sininho said...

Luís:
Se fosse um Rap era capaz de não me soar tão mal...

Abraço

 
At 9:49 da tarde, Blogger Sininho said...

Poeta:
Vês, vês?
Para a próxima convido-te para letrista...

Abraço

 
At 11:46 da tarde, Blogger Cris Caetano said...

Eu, hein, Sininho... andas muito crítica. Será que viras-te uma artista na total essência da palavra? hehehe É que os artistas custam muito a ficar satisfeitos com as suas obras. ;)
Beijinhos de novo.

 
At 1:21 da manhã, Blogger Sininho said...

Cris:
Não é falsa modéstia. É mesmo olhar e gostar pouco.
Mas cada um vê a mesma coisa com olhos diferentes.
Há posts que eu gostei de ter escrito e tiveram um ou dois comentários...

Outro beijinho

 
At 9:15 da tarde, Blogger pexito-do-campo said...

ok estou a apanhar do ar! quem é o chico?

 
At 10:30 da tarde, Blogger Sininho said...

Pexito-do-campo:
O Chico é o Buarque, cantor e compositor brasileiro.
E isto é uma palhaçada feita sobre a canção "Tanto Mar".

 
At 8:53 da manhã, Blogger pexito-do-campo said...

obrigado sininho. e desculpa a minha (in)cultura. mas não conheçia o chico buarque.

abraços

 
At 11:55 da manhã, Blogger Sininho said...

Pexito-do-campo:
Se não conheces, procura ouvir música dele.
Garanto que vais gostar.

Abraço

 

Enviar um comentário

<< Home