3 Ecos da Falésia: O BOBO DA CORTE

sábado, outubro 14, 2006

O BOBO DA CORTE

Manuel Pinho - à tarde:
-"EU ACHO QUE A CRISE ACABOU TOTALMENTE".

Manuel Pinho - à noite:
-"NÃO SE DECRETA O FIM DE UMA CRISE. ISSO É ALGO UM BOCADINHO INFANTIL E DE QUEM NÃO PERCEBE NADA DE ECONOMIA".

Pois.
Em tempos que já lá vão, os Bobos serviam para cantar umas trovas, dizer umas graçolas, dar umas cambalhotas e provocar hilariedade.

Hoje, também.

TLIM

2 Comments:

At 6:53 da tarde, Blogger Luis Eme said...

Desse senhor, infelizmente, espero tudo.
Talvez lhe esteja mesmo reservado o papel de bobo na "corte" socrática, porque lhe acenta que nem uma luva...

 
At 3:27 da tarde, Blogger Sininho said...

Caro Luís Milheiro:
Ficamos aguardando a próxima, para ver se o dono lhe aplica o tradicional pontapé no trazeiro. Que já só peca por tardio...

 

Enviar um comentário

<< Home