3 Ecos da Falésia: CHIBAR É O QUE ESTÁ A DAR

terça-feira, abril 10, 2007

CHIBAR É O QUE ESTÁ A DAR


Já lá vai o tempo em que um militar capturado pelo inimigo se limitava a dizer o nome e a patente.
Hoje em dia, a morte tornou-se banal e, paralelamente, as manifestações de cobardia, normais.
Desde que exista uma câmara por perto, a filmar.
Nesse caso, o chibar está permitido e até aconselhado.
.
Se mesmo assim correr mal é uma chatice, as autoridades lamentam e no dia seguinte já ninguém se lembra, excepto a família, mas essa também não interessa nada.
Correndo bem, voltam ao país de origem e, novamente, perante as câmaras, dizem exactamente o oposto, com o mesmíssimo sorriso estampado na cara.
Como prémio do seu comportamento, são postos à vontade para venderem as suas histórias ao tabloide que mais se chegar à frente a oferecer a chamada "life-changing sum":
A quantia suficiente para mudar as suas vidas.
A "verdade" que transparecerá nos relatos também é irrelevante, dados os antecedentes da coisa.
Foi, portanto, dada autorização às família dos militares em causa, para "negociarem" com os "media".
E aí ... a reprovação foi geral.
"Vergonhoso", disseram os Ingleses.
Um dia depois, o Ministério da Defesa Britânico já anda às voltas para arranjar maneira de dar o dito por não dito.
Mas, dê lá as voltas que der, o que está dito está dito, todo o mundo testemunhou, exactamente como se, de um tragi-cómico "Big Brother" globalizado, se tratasse.
Assim como assim, amanhã já caíu tudo no bendito esquecimento.
E desta vez, a rapaziada safou-se.
.
Moral da história:
Em tempos de aperto, no chibar é que está o ganho.
.
TLIM

12 Comments:

At 4:49 da tarde, Blogger Cris Caetano said...

E tinha que ser no governo de Tony Blair...
Essa criatura...enfim, mete sempre os pés pelas mãos.
beijinhos! (aproveitando que o navegador ainda não se fechou sem aviso) ;)

 
At 5:45 da tarde, Blogger Sininho said...

Cris:
O amigo Tony entrou na curva descendente.
Tudo o que sobe, um dia desce...
Beijinhos.

 
At 7:53 da tarde, Blogger Maria said...

Tudo isto cheirou a esturro desde o princípio. Afinal, prisioneiros de guerra (???) tão bem tratados...
Afinal, o Irão até se "portou bem" com eles...
Afinal, quem se porta mal continuam a ser os EUA do Bush e a Grã Bretanha do Blair... e seus apaniguados...
Olha, até daria vontade de rir se não houvesse milhares de vítimas inocentes no meio desta cena toda.

Hoje fiquei azeda. Desculpa.

Beijos

 
At 9:14 da tarde, Blogger Sininho said...

Maria:
Quanto ao Tio Ahmadinedjad é que já não estamos de acordo.
Aliás, eu discordo, à partida, de tudo o que venha desse cavalheiro.
O Tio George W. e o Tio Tony não são flores que se cheirem mas... isso não me faz ficar do lado do Irão...
Ainda nós nos queixamos da falta de credibilidade dos nossos políticos...
É ver os responsáveis pelas grandes potências.
Como dizia a Ivone Silva:
"Isto é que vai uma crise"...

Beijinho.

 
At 11:56 da tarde, Blogger a.leitão said...

Honorabilidade, honourableness - Termos em desuso

 
At 12:36 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Comparando as indemnizações simbólicas atribuídas às famílias de mortos em combate, como deverá classificar-se esta autorização de mercantilizar uma experiência tão pouco digna?
Só há um termo para ambos os idiomas: Disgraceful.
Ignominiosa.

 
At 12:54 da manhã, Blogger Sininho said...

A.Leitão:
Completamente em desuso, sim.
Nos dias que correm, os valores são outros.

 
At 1:06 da manhã, Blogger Sininho said...

Anónimo das 12:36 AM:
Eu diria que pode parecer, até, insultuosa para tantas famílias enlutadas.

 
At 1:41 da manhã, Blogger Maria said...

Sininho:

Então eu até pus entre aspas o comportamento do tal país... e ??? nos bons tratos...
Desta vez não me acompanhaste no raciocínio...
Quem pode gostar do homem do Irão?

Beijos

 
At 9:42 da manhã, Blogger Sininho said...

Maria:
Desta, não funcionou...
E eu que, com grande desgosto, já te imaginava a olhar para uns modelitos de chador e tal...
Ufa, que alívio!
Ainda por cima, aqui para nós, o homem, fisicamente, lembra o Inspector Columbo...

beijinho

 
At 3:42 da tarde, Blogger poetaeusou said...

/
óh simpática
sininho
há bué de anos
que anda por aí
uma canção,que diz:
já não há heróis ...
/
alem do mais
a militar
* era agente dupla *
/
xi
/

 
At 4:24 da tarde, Blogger Sininho said...

Poetaeusou:
Nem sempre se deve acreditar nas canções.
A militar era agente dupla?
Muito me contas...
Se calhar isso agora já não está mal visto e pode até ser uma forma de completar o "pré"...

Abrç.

 

Enviar um comentário

<< Home