3 Ecos da Falésia: SESIMBRA - DEPOIS DA CHUVA

segunda-feira, outubro 30, 2006

SESIMBRA - DEPOIS DA CHUVA




A Praia da Califórnia ficou diferente. Houve mais deslizamentos de terra, na zona da falésia e quanto à famosa instabilidade de certos rochedos, nada se sabe.
Há sempre quem se entretenha a arrancar os avisos de perigo de permanência ali por baixo e, na verdade, até agora, tudo o que tem sido feito foi colocar tabuletas, que pouco duram no local.
Local que, aliás, é o preferido pelos banhistas, em época de Verão.
Até ao dia em que um pesado pedregulho venha por ali abaixo, estragar o penteado a alguns deles.
Aí, claro está, interdita-se a praia e descansam as consciências.
Se em Entre-os-Rios, foi o que foi e não houve responsáveis, olhem: Azar de quem lá estava.
As falésias estão instáveis?
- Olhe que não, olhe que não.

As autoridades competentes têm vindo, até hoje, a jogar, entre elas, o famosíssimo Jogo do Empurra: Eu não sou, tu não és, nós não somos os responsáveis pela situação.
INAG (Instituto da Água), Instituto do Ambiente, Capitania do Porto de Sesimbra, Câmara Municipal e outros, têm mais o que fazer.
A Câmara, por exemplo, anda ocupadíssima em conceder as licenças de construção destinadas a todos os cantinhos de terreno onde possa encaixar-se mais um empreendimento.
Brevemente, por baixo do Bloco do Moínho vai estender-se outro imenso mastodonte, não menor do que o chamado "Mar da Califórnia".

Tudo a bem do Turismo e do Desenvolvimento.
Valha-nos (ainda) o mar e o sol.
Espaço para tomarmos contacto com eles é que vai ser, de cada vez, mais escasso.

Talvez, dentro de alguns anos, seja atribuída , a cada munícipe, uma licença (paga, evidentemente), onde esteja estipulado o horário, restrito, em que poderá permanecer na praia.
Uns poderão ir de manhã, outros à tarde e os de pele mais delicada, à noite.
Porque, para todos e ao mesmo tempo, não vai dar.

TLIM

6 Comments:

At 2:17 da tarde, Blogger Sininho said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 10:05 da tarde, Blogger Luis Eme said...

Gosto da tua ironia... mas talvez o ocenao suba demais e não seja necessário a tal divisão por turnos...

 
At 4:07 da tarde, Blogger Sininho said...

Pois é, Luís Milheiro.
Um dia, essa será uma triste realidade.
E serão as futuras gerações a apanhar com o resultado dos acuais disparates.

 
At 6:22 da tarde, Blogger Maria said...

As fotos são lindas. O mar é sempre lindo, seja onde for, esteja como estiver. Gosto de Sesimbra no inverno, muito mais do que no verão.
O mar no inverno fica mais belo, de força, de bravura. Então aquela zona do cabo espichel é simplesmente... fantástica.

 
At 10:18 da tarde, Blogger Sininho said...

Cara Maria:
Já somos duas a preferir Sesimbra fora de época.
E achei belíssima a poesia que encontrei, quando andei a passear lá pela sua ilha...

 
At 11:37 da manhã, Anonymous carapau seco said...

Cara Sininho as poças nada têm a ver com chuva nem vendaval , são apenas efeitos de uma maré mais comprida , típica de fim de verão .
Quanto à instabilidade da falésia depende da quantidade das notas e dos bolsos onde caem .

 

Enviar um comentário

<< Home