3 Ecos da Falésia: NA HORA H

sexta-feira, setembro 28, 2007

NA HORA H


Muita gente que se desiludiu com as prestações pouco humorísticas de Herman José na SIC terá passado a evitar pura e simplesmente aquela estação, na hora da HORA H.
Tal como eu, diga-se de passagem.
.
No último Domingo, entretanto, entre um zapping e outro, parei lá, um instante, para ver a cena que mostrava um repórter num directo de uma praia algarvia, ajustando o auricular e falando incessantemente sobre o que estava a acontecer no local e que era exactamente ... nada.
Um casal de brasileiros, de férias no Algarve, enquanto desfazia as malas no quarto de hotel, tinha dado pela falta da mãe dela, uma velhota de mais de 80 anos.
Entretanto encontrava-se numa esquadra a prestar declarações à polícia e, ora o repórter os dava como simples queixosos, ora como acusados de terem dado sumiço à velhota.
Conforme as palavras do repórter, assim se manifestava a turba-multa que o rodeava: Lamentando o casal em causa, ou cobrindo-o de apupos.
Foi quando tirei o dedo do comando e fiquei ali por largos minutos a rir-me com uma charge imperdível à cretinice que hoje está presente em grande parte dos directos das nossas televisões, totalmente vazios de conteúdo.
.
Na noite da quarta-feira seguinte, Ana Lourenço, na SIC Notícias, ia a menos de metade de uma entrevista a Santana Lopes, quando anunciou a inesperada interrupção do programa, para acudir a uma ligação ao exterior que mostrava... José Mourinho a chegar do aeroporto e a entrar num automóvel.
.
Aí, o entrevistado aguardou que acabasse o exterior, deu as boas noites e saíu do estúdio. Na hora H.
Eu, se lá tivesse estado, tinha corrido a apertar-lhe a mão.
.
Ricardo Costa, achando que todos os cortes são legítimos, considerou a saída do convidado como "inusitada e e desproporcionada."
São opiniões.
.
Muita gente com mais de dois neurónios na cabecinha começa a achar "inusitada e desproporcionada" a relevância que é dada, a toda a hora e momento, a tricas de um modo geral e às do mundo da bola, em particular.
No meu caso, acrescentaria ainda um terceiro adjectivo: INSUPORTÁVEL.
.
.
.Lisboa-28-Setembro-2007

16 Comments:

At 7:25 da tarde, Blogger a.leitão said...

Sininho,
Isto cá para nós que ninguém nos ouve, até que faz bem ao Santana Lopes. Terá de começar a pensar que não é único no mundo - por vezes o "pessoal" precisa assim duns tratamentos - mas não deixa de ser má criação das SICs e outros tantos tratar o homem e os espectadores daquela maneira.
Reconheço ao S.L. o direito à indignação.

 
At 8:27 da tarde, Blogger Maria said...

Eu também ando farta do Herman. Mas é nestas pequenas coisas que ele mostra a sua enorme genialidade....
O PSLopes foi muito educado, até. Esperou pelo final do exterior para se despedir a entrevistadora, à frente de toda a gente. Ele tem coisas destas, é penas ter também coisas... doutras....

Beijinho
(Gostei da imortalidade em que colocas AC numa rocha, hehehehe)

 
At 12:47 da manhã, Blogger Sininho said...

A.Leitão:
Quer-me parecer que nem ele próprio terá imaginado o quase consenso que gerou com aquela atitude...
Teatral, um pouco, até concordo.
Mas como estava a ser precisa!!!
Claro está que tudo irá continuar igualzinho porque as audiências - o chamado "povão"- come o que lhe aparece pela frente.
E o Ricardo Costa tem as costas muito quentes...

 
At 1:00 da manhã, Blogger Sininho said...

Maria:
Aha! Anda lendo meus comentários noutros locais, é?
As saudades que eu já tinha...
de ver alguma coisinha...
de geito, feita pelo Herman!
Mas foi, provavelmente, chão que deu uvas.

Já revi o Show Do PSL no YouTube e voltei a gostar...
Pois é, Maria, toda a moeda tem duas faces.
Espero que ele próprio não se deixe empolgar demasiado...

Beijinho e bom fim de semana

 
At 9:03 da manhã, Anonymous Filipa M said...

pois na semana anterior fui surpreendido com um Hora H em que se gozava com o filme do "João Pintelho" o "Pito Dourado" - chorei a rir apesar do adiantado da "hora" ! eu cá para mim acho que o nosso Herman está a ressuscitar

 
At 9:30 da manhã, Blogger 'mega' said...

'esta gente que liga ao futebol são uns autênticos malvados.. ;)'

 
At 12:57 da tarde, Blogger Sininho said...

Filipa M.:
Será?
Vamos esperar para ver...

 
At 1:12 da tarde, Blogger Sininho said...

"Mega":
Hoje levas comas e tudo.
Curioso como a minha distracção só hoje me deixou reparar no pormenor...

AUTÊNTICOS MALVADOS, disse muito bem!!!

 
At 9:58 da tarde, Blogger Gi said...

Fosse quem fosse que ali estivesse era um convidado que devia ser respeitado. Não nutro especial simpatia pelo SL mas estou solidária com a sua atitude. Não se faz. Não é só a SIC , isto é mal geral. A cultura mediática passou a "merdiática" como li "somewhre, algures por aí".
Deixei de ver o Herman faz tempo e agora nem arrisco. Tudo o que é demais enjoa e ele teve sorte por ser o único durante muito tempo, agora tem azar pelo mesmo motivo.

Hoje estou conzenta e não dou uma para a caixa, se não fizer muito sentido , dá-me o devido desconto.
Não exigo factura :)


beijos

 
At 10:56 da tarde, Blogger poetaeusou . . . said...

*
tenho em frente
a caixa que mudou o mundo,
o jogo está empatado
empatando a nossa vida,
a tribo do futebol, continua
a dividir a ocupação selvagem,
com os pseudo humoristas deprimentes,
com os pseudo jornalistas
que sobre tudo alvitram,
com os googleanos,
googleanos ?
sim os googles, políticos dos bitates,
,
háaaaaaaaa
,
o inteligente . . . sorri
*

 
At 1:23 da manhã, Blogger Sininho said...

Gi:
Não só a cultura mediática passou a merdiática como, definitivamente, "se passou", ponto.
Encher chouriços passou a ser regra de serviço informativo, seja lá qual for o canal.
E o pior é a qualidade dos chouriços. Longe de serem "extra", já estão uns pontos abaixo do "corrente".

Com um dia como o de hoje quem não se sente cinzento?

Beijinho e boa noite

 
At 1:28 da manhã, Blogger Luis Eme said...

O talento existe... falta é tempo e vontade de o explorar...

É por isso que sobram alguns fogachos...

 
At 1:31 da manhã, Blogger Sininho said...

Poeta:
A dita caixa que mudou o mundo está, ela própria, a precisar urgentemente de umas mudanças, a nível global.
Esta história dos estudos de audiência... é a pescadinha de rabo na boca.
Os programas são rascas porque as pessoas gostam de os ver.
Mas vêem-nos porque é o que lhes dão e não há escolha em termos de qualidade.

Olha, tem um bom Domingo, se fizeres o favor.

 
At 1:34 da manhã, Blogger Sininho said...

Luís:
O talento manifesta-se agora muito esporàdicamente.
É com imensa pena que o digo.
O homem, de há uns anos a esta parte, perdeu a centelha...

Abraço

 
At 7:08 da tarde, Blogger A. João Soares said...

Cara Sininho,
Do Herman nada sei. Não vejo Televisão, embora tenha aqui um aparelho ligado para fazer ambiente. O caso do S Lopes, que vi em reprise, chocou-me: não se convida para casa uma pessoa por quem se tem consideração e depois se deixa a falar com o gato enquanto vamos conversar com a vizinha.
E como isso me impressionou comecei logo a martelar no teclado e saiu um post no Do Miradouro e no Do Mirante. E até apareceu quem não gostasse porque a TV tem que pensar no dinheiro que resulta de conquistar audiências! Há pessoas muito resignadas a aceitar a ambição pelo dinheiro a todo o custo com sacrifício de todos os valores.
Abraços

 
At 9:07 da tarde, Blogger Sininho said...

A.João Soares:
Nem de propósito, antes de ler o seu comentário já tinha lido o post que escreveu sobre o mesmo tema.
O vídeo está no YouTube para quem quiser assistir ao episódio integral.
É verdade que há sempre alguém que entende serem as audiências desculpa para tudo.
Os valores que hoje se prezam, já não são os tradicionais.
O "ter", o "parecer" e o "aparecer" são os mandamentos de muita gente.
E justificam as maiores tropelias.

Um abraço

 

Enviar um comentário

<< Home