3 Ecos da Falésia: SOLTEM OS PRISIONEIROS

segunda-feira, setembro 17, 2007

SOLTEM OS PRISIONEIROS


Sábado foi dia de assistirmos a uma solta de bombas brancas e outra de balões.
Ambas integradas nas cerimónias em que participou o Dalai Lama, em Lisboa.
.
Mais ou menos pela mesma altura, tiveram lugar em vários locais do país, outras soltas - 115, no total - cujo simbolismo anda muito longe do que presidiu aos exemplos atrás citados.
Refiro-me às sucessivas largadas de reclusos que foram acontecendo durante este fim de semana.
Graças aos nossos zelosos parlamentares, há agora, circulando por aí alegremente, uns tantos violadores, assassinos, ladrões, sequestradores, assaaltantes à mão armada, maltratantes de familiares indefesos, o diabo a sete.
Teme-se que, com estas novas leis, o total possa atingir os 250
.
O que quer dizer que é bem provável que, à hora a que teclo este post, várias crianças tenham voltado a ser maltratadas por aqueles que se esperava estarem impedidos de o fazer.
Vários bancos, ourivesarias, residências e automóveis estarão a receber visitas pouco desejáveis, eventualmente com os respectivos "danos colaterais".
Tal como será de esperar uma ou outra vingançazita sobre testemunhas de acusação que arriscaram dar a cara em tribunal.
.
Dizem que não, mas nada me garante que o muito estimável Cabo Costa (vulgo serial killer de Santa Comba) não venha amanhã cá para fora, aviar mais duas ou três rapariguinhas.
Ou que o outro facínora que baleou três polícias, matando dois deles, não volte a cruzar-se na rua com agentes seus "conhecidos" e resolva fazer-lhes a folha.
Aposto até que a "socialite" que encomendou o abate do marido a dois estrangeiros, já começou a fazer as suas marcações - via telemóvel - para as próximas limpezas de pele, lipo-aspirações e colocação de unhas de gel, já que a vida prisional não terá permitido os devidos cuidados com a imagem.
.
Temos assim que, num país cada dia mais singular, se abrem perspectivas aliciantes a quem opte pela senda do crime.
.
Aplaudamos, pois, os senhores deputados por este zêlo nas apressadas alterações ao Código de Processo Penal.
E também o Senhor Presidente da República que as promulgou num ápice.
Não sei se terão sido influências imperceptíveis, deixadas no seu sub-consciente por aqueles indultos "especiais" de Natal.
.
Quanto às vítimas é que é pior, mas nunca se pode agradar, simultâneamente, a gregos e a troianos.
Quem contava com a JUSTIÇA para proteger o seu direito a uma vida com alguma segurança, terá ficado, positivamente, de boca a berta.
Mas só até lhe aparecer pela frente algum agressor mais mal disposto que lha feche com a coronha de uma arma, uma barra de ferro ou assim.
.
Quem sabe se, agora, definitivamente.
.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Acompanhamento musical:
Miguel Ângelo e os Delfins
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
.
.
Lisboa-17-Setembro-2007

20 Comments:

At 3:15 da tarde, Blogger Maria said...

Gosto do acompanhamento musical...
Cada vez percebo menos deste país. Cada vez percebo menos o que se passa na cabeça de alguns "iluminados".
Devo ser eu que estou a estupidificar...
Já uma vez disse aqui que me apetece emigrar, agora cada vez mais...
... só ainda não sei para onde...

Beijinhos

 
At 3:32 da tarde, Blogger Sininho said...

Maria:
Esta reforma deve adaptar-se aos interesses de alguns implicados em conhecidos processos.
Quem costuma defender acusados de crimes graves, há anos que anda a bradar contra o excesso de prisão preventiva.
Chegou a hora deles.
A nossa é que poderá ser de alguma aflição...

Beijinho

 
At 4:26 da tarde, Blogger Maria said...

Fazias-me na ilha e muito bem. Cheguei ontem à noite. Estou a pôr a leitura em dia....
... e só não emigro para a ilha porque lá não há net....

Beijinhos

 
At 4:35 da tarde, Blogger Sininho said...

Acredito, minha amiga, acredito...

Beiinho

 
At 11:08 da tarde, Blogger Luis Eme said...

Não é bem assim, Sininho. Continuam a existir mecanismos para manter na prisão os tipos que são uma ameaça para a sociedade.

Se olhares para este problema, na prespectiva dos inocentes que estão presos preventivamente, verás que haverá alguma justiça nas alterações.

Sempre ouvi dizer que é preferível libertar um culpado que condenar um inocente... e a lei, em último caso, baseia-se nesta permissa.

Claro que tudo isto é um pouco abstrato e depende sempre da nossa prespectiva social...

 
At 1:13 da manhã, Blogger Sininho said...

Luís:
Durante todo o dia de hoje, ouvi "adeptos" de ambos os lados.
Os que acham que esta reforma vem melhorar as coisas e os que entendem que, dados os meios existentes, só vem piorar.
Concretamente, não havendo informatização dos processos nem a mínima previsão nesse sentido, e recorrendo os bons advogados, sistemàticamente, aos recursos, é fatal que se exceda o limite previsto na lei para a prisão preventiva.
Aí, o mais normal será terem de os pôr cá fora.
Isso de pulseirinhas electrónicas e residência fixa, quando se fala de criminosos profissionais, peço desculpa, mas só me daria vontade de rir, se o caso fosse para tal.
Se até nas saídas precárias eles se põem ao fresco...
Claro que não duvido nem um pouco de que haja pessoas presas injustamente.
Mas não protestam todos inocência, quando são acusados?...
Cabe aos juízes avaliar e só decretar prisão preventiva quando tal for necessário.
Esse é o seu papel.
E, neste momento o que me parece é ver prevalecer, na lei, os direitos do agressor sobre os da vítima.
Seria mesmo curioso ir até à Cova da Moura perguntar às pessoas honestas que lá moram, de que lado se colocam.
Mas...só às honestas, não é às que vêm para a televisão denunciar pretensas agressões...

Um abraço

 
At 9:57 da manhã, Blogger Barão da Tróia II said...

Tenho um nome para isto, "palhaçada" mais uma, a ver vamos se me engano se daqui a um ano não está tudo na mesma como a lesma. Boa semana.

 
At 10:02 da manhã, Blogger 'mega' said...

'um destes dias comentava com um amigo meu que a 'chavalada' hoje em dia não se diverte como nós quando éramos putos, não jogam à bola, berlinde, pião na rua, etc.. em vez disso metem-se em casa com as playstations e as internets... bem, depois destas 'pombas' terem sido todas soltas repenso a minha teoria e parece-me que um filho meu estará bem melhor em casa a ver o noddy...'

 
At 12:27 da tarde, Blogger Sininho said...

Barão da Tróia II:
Estará tudo mais ou menos na mesma: "mais" para quem pague a bons advogados, "menos" para os que não tenham condições de o fazer.

 
At 12:31 da tarde, Blogger Sininho said...

Mega:
Infelizmente, temo que o futuro vá nesse sentido.
E se além de tentarmos resguardar os nossos em casa, não tivermos também a tentação de arranjar uma arma para os defender...

 
At 4:09 da tarde, Blogger Gi said...

às vezes até parece que há leis feitas a pedido ... mas sabes? Também acredito acredito que esta reforma vá beneficiar muita gente inocente. Pergunto-me se não serão em maior número do que essa meia dúzia e se também não será crime nosso estar a privar que os filhos desses sejam privados de um pai ou de uma mãe. Muito dificilmente se consegue ser justo quando a justiça é feita pelos homens.
Não deixa de ser preocupante. E aí tenho que te dar razão.

Um beijo

 
At 8:53 da tarde, Blogger poetaeusou . . . said...

*
quem foi que disse,
que o "outro" dizia,
que portugal,
era um pais, de brandos costumes ?
*
xi
*

 
At 1:04 da manhã, Blogger Sininho said...

Gi:
Posso parecer dura mas, com a escassez de meios com que tudo é feito, não estou de acordo com a mudança.
Em primeiro lugar teria sido preciso investir bastante (em meios materiais e humanos) na pesadíssima máquina judicial e só depois proceder à mudança da lei.
Seria óptimo para todos que a preventiva fosse ainda menor.
Era sinal de que os processos não demoravam eternidades até uma sentença transitar em julgado.
Preferiu-se começar a casa pelo telhado; sai mais em conta e sempre se beneficia um ou outro que interessa.
Os que apanham as sobras, agradecem...
Não compartilho dessa visão um pouco pessimista de uma maioria de inocentes penando atrás das grades.
Alguns haverá, certamente, espero e desejo que sejam de cada vez menos.
Sei é que os maiores criminosos se safam bem e com a nova legislação, ainda melhor se vão safar.

Ena que é cada testamento!

Beijinho

 
At 1:22 da manhã, Blogger Sininho said...

Poetaeusou:
Brandos?
BRANDÍSSIMOS!

Eu é que tenho pouca brandura, sou mais "antes quebrar que torcer"...(faceta gancho)

Abraço

 
At 3:15 da tarde, Blogger Gi said...

;)

desde que não morras ... venham eles :)

beijinhos

 
At 6:13 da tarde, Blogger Cris Caetano said...

Eu tenho PA-VOR de pombos, pombas, rolas e afins... Soltem aranhas cabeludérrimas e poderão me ver na total tranquilidade... pombas, não!
E alguém consegue me explicar aquele sorriso constante na face do Dalai Lama? Invejável!!!
Beijinhos

 
At 5:06 da tarde, Blogger Sininho said...

Gi:
Passei quase dois dias privada de computador à conta de uns desentendimentos com o rato.
Ora adormecia, ora acordava.
Estes bichos não têm o menor respeito por quem trabalha...

Da próxima vou tentar ser mais sucinta...

Beijoca

 
At 5:13 da tarde, Blogger Sininho said...

Cris:
Aí está o que para mim é um bocadito difícil de entender...
Mas tenho uma amiga que também tem uma fobia qualquer às penas.
Eu é mais às baratas...

O sorriso do Dalai Lama deve ser resultado de muita paz interior.

Beijinho e vai preparando o teu sorriso, que amanhã é Sexta-feira...

 
At 10:23 da tarde, Blogger manhã said...

pois é, dá-me ideia que esta largada de touros vai fazer mais feridos. Os criminosos saem dispendiosos ao estado, então o estado solta-os. a economia é o valor do topo, sabe-se lá o que se segue...despedir os funcionários públicos também já começou...

 
At 12:52 da manhã, Blogger Sininho said...

Manhã:
Aí está uma feliz expressão:
"Largada de touros"...

Tanta gente a pensar para saír esta obra asseada...

Beijinho e bom fim de semana

 

Enviar um comentário

<< Home