3 Ecos da Falésia: "OTA PARADIS" - haute cuisine

sexta-feira, maio 25, 2007

"OTA PARADIS" - haute cuisine


Este restaurante 5 estrelas, aberto há mais de dois anos, cuja propriedade está registada em nome de "FAMÍLIA ADAMS SA", mas pertence, de facto, ao cidadão José S.P.Carvalho P. de Sousa, teve, nos últimos dias, uma publicidade inusitada e gratuita, nos media nacionais. Tudo graças a um pequeno fait-divers.
O referido estabelecimento, conhecido sobretudo entre os bons gastrónomos da capital, conta com vários colaboradores, a saber:
Um gerente, um tanto a caír da tripeça - o Sr. Almeida - que, em tempos recuados regressara de Moçambique com uma mão à frente e outra atrás.
Um chefe de mesa - o Pedrito do beicinho - que se apresenta de smoking imaculadamente branco.
Um segurança - o Senhor Pereira - que veio substitír o recentemente transferido Sr. Costa, agora candidato a varredor da CML.
E um mestre cozinheiro - o Sr.Mário - conhecido por "o filho da Lina" ou "o filho da......não me ocorre, agora, o nome. Homem habilitadíssimo, dizem que licenciado numa universidade de Paris, com um curso de Haute Cuisine, reconhecido por todas as entidades competentes.
Parece a sua saúde não se recomenda, já que terá afirmado que " não tenho um braço, perdi uma perna, ando torto da coluna, mas sobrevivo porque não tenho um cancro no pulmão". Coitado.
O restante pessoal, encontra-se a trabalhar em duas modalidades:
Durante as refeições, servem à mesa, ou ajudam na cozinha.
No horário morto, atendem as chamadas da linha "Saúde à Distância" do SNS.
.
O ambiente da casa é extremamente agradável, embora se verifiquem esporádicas faltas de papel higiénico nos lavabos, dada a quantidade de matéria fecal ali deixada pelos habituais frequentadores.
.
Seguimos para o MENU:
TARTINE DE CHÈVRE D'OTA FRAIS
MOUSSE DE THON D'OTA EN TARTELLETTES
VELOUTÉ DE BROCOLIS A L'AVIONNETTE
BISQUE DE LANGOUSTE DE HANGAR
BEIGNETS DE POULET A LA SAUCE D'HUILE DE AVION
GATEAU NOUVEL AÉROPORT
BAVAROIS AU CITRON D'OTA
.
.
E, finalmente, o tal fait-divers que tanta tinta faz correr:
Foi o caso de um casal da margem sul que, na intenção de comemorar o seu aniversário de casamento, decidiu fazer uma extravagância e ir jantar ao "OTA PARADIS".
Consultando a lista e não percebendo patavina de Francês, pergunta o cliente:
-"Olhe lá, ó amigo, não se arranjam dois meios bifes à casa? É que nós somos do Poceirão e não estamos habituados a estes pratos."
O Pedrito empalideceu e rumou à cozinha a dar conta do pedido ao Mestre Mário, a essa hora já um pouco entornado, por ter provado várias das bebidas com que confeccionava as suas iguarias.
Mal ouviu as palavras "meios bifes" e "Poceirão", o Mestre ficou ainda mais congestionado. Mão trémula, olhos raiados, disparou para a sala de refeições, enfrentando, de braço no ar, o tímido casal:
-"A nossa casa não serve gente do Poceirão!" - trovejou - "nem de Rio Frio, nem de Faias! Isso são lá sítios decentes? Onde não há gente, não há escolas, não há hospitais, não há cidades, não há indústrias, não há comércio, não há hotéis, são um autêntico deserto? Esta casa não serve pessoal dessa áreas, ainda por cima com o arrojo de vir pedir meios bifinhos!
JAMAIS! JAMAIS!"
E virou costas, bruscamente, soltando um sonoro arrôto, para melhor sublinhar o seu desprezo.
Já o Sr. Ameida tinha acorrido a saber a razão de tal alarido e comentava com o Pedrito:
-"E quem nos garante que aqueles dois não são um casal de bombistas suicidas disfarçados, a ver se destroem o nosso restaurante, hã, hã?
Hoje, o terrorismo está na ordem do dia! Quem quiser criar-nos um grande problema...já viu?"
Pedrito, amparando o Sr, Almeida que cambaleava com o nervosismo, sussurrou-lhe ao ouvido:
-"Ó Sr. Almeida, acalme-se lá, olhe que lhe sobe a tensão! Lembre-se do que lhe aconteceu nos Açores, há uns anos, quando lhe pespegaram uns borrachos no focinho...âââââ... peço desculpa, não era isto que eu queria dizer. Quando lhe encostaram a mão à face e até lhe partiram os óculos..."
.
O casal, estupefacto e humilhado, já se tinha levantado da mesa, dirigindo-se para a saída.
-"Tens que ter paciência, filha" - murmurou ele, abrindo a porta do Fiat Uno - "este era um dos poucos restaurantes abertos com licença de funcionamento, que a ASAE tem andado a mandar fechar todos os outros...
Olha, enquanto a concorrência não se decidir a fazer frente a estes senhores, quando quisermos ir comer fora, só se arrastarmos a mesa para a varanda.
É a vida..."
.
.
.

14 Comments:

At 10:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Esse Mário Lino, no fim do almoço dos economistas, já via tudo a dobrar. Dasse!

 
At 12:08 da manhã, Anonymous Áurea said...

Hum... este restaurante "OTA PARADIS" de haute cuisine, despertou-me a curiosidade por ser tão peculiar, pelo seu especial menu afrancesado, tendo um mestre cozinheiro tão famoso e afamado... :))
Parabéns Sininho, pelo charme

 
At 1:28 da manhã, Blogger Maria said...

Eu sabia que vinha aqui encontrar texto novo....
Mal de mim, que estou com uma gripe do caraças e de tanto tossir há mais de 2 dias já me doiem os costados.
E ler-te, Sininho, provoca-me o riso! E mais dores nos costados...

Está delicioso, este post.
E tenho um "convite" e uns bonecos pra te mandar por mail. Mas o meu MAC chateou-se com a Netcabo e apagou os endereços todos. Portanto, não tenho o teu.
Se pudesses, mandavas-me um olá, para eu te mandar o convite...

Beijinhos

 
At 9:57 da manhã, Blogger Lana said...

BFS sininho!
1 sorriso mto luminoso
Lana

 
At 11:31 da manhã, Blogger Sininho said...

Anónimo das 10:51 PM:
Sabe que eu também achei que ele estava um bocadinho "eufórico"?

 
At 11:36 da manhã, Blogger Sininho said...

Áurea:
Não sei se estou a responder a uma comentadora com quem me tenho cruzado, num blog lá do norte...
Seja como for, agradeço as palavras simpáticas.
Estamos às ordens...

 
At 11:47 da manhã, Blogger Sininho said...

Maria:
Se eu tivesse sabido dessa gripe declarada, teria sido mais comedida.
Agora, depois do mal feito, só posso é aconselhar-te uma ida ao médico, se te doem as costas quando respiras.
Esta natureza estragada também nos prega grandes partidas, em termos de saúde...
Já fiz seguir o mail.

Beijinho, melhoras e fim de semana agasalhado!

 
At 11:52 da manhã, Blogger Sininho said...

Lana:
Andas muito silenciosa lá no teu sítio!
Gostei de te encontrar por aqui.

Um fim de semana com pouca chuva e um beijinho.

 
At 3:22 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Aquela galegada do cancro do pulmão é comparável à graçola do alumínio do carlos borrego.
Borregadas destas exigem demissão imediata!
Saudações.

 
At 4:26 da tarde, Blogger Gi said...

Os cortes orçamentais devem por começar pelo corte na verba dos almoços . pode ser que bema só aguinha o que evita os disparates depois.

Deliciei-me com o texto Sininho por sorte não tenho as dores nos costados como a Maria. Infelizmente moro na margem Sul e já estou mesmo a ver que nunca irei provar as delícias do Ota Paradis. Presumo que os clientes (ía a dizer fregueses mas num restaurante tão fino até fica mal) se chamarão otários não?!...

Um beijinho e até para a semana, vou descansar e dar descanso aos que me visitam.

 
At 5:38 da tarde, Blogger Sininho said...

Anónimo das 3:22 PM:
Não deixo de lhe dar razão mas, deste governo, só se sai para fazer operações à coluna ou para tentar evitar perder uma eleição...

 
At 6:06 da tarde, Blogger Sininho said...

Gi:
O nosso Mestre Mário tem cara de quem não aprecia água, a menos que vá ao deserto, que é como quem diz, aí para as tuas bandas.
Chato ter de morar num síto onde, depois de cada tempestade de areia,
a tenda deve ficar um horror de sujidade!
Os clientes a que te referes são de facto os OTÁRIOS.
São os mesmos que deram a maioria ao dono do restaurante...
Boa pausa para pôr o sono em dia...

Beijinho.

 
At 3:15 da manhã, Anonymous Áurea said...

Sininho,
É mesmo essa comentadora (pequena papoila) que se cruza muitas vezes no tal blogue lá do Norte, do qual gosto imenso, e cujo dono tem sempre uma boa réplica para nos dar, contudo sempre com muita cordialidade e afabilidade.
Obrigada pelo bom acolhimento e simpatia, neste blogue em que se aborda questões actuais de uma forma interessante e com um sentido de humor delicioso! :)

 
At 11:14 da manhã, Blogger Sininho said...

Áurea:
O meu dedinho não me enganou...
Dei-me conta, ontem, que deveria ter chamado "Chef" ao nosso Mário, em vez de "mestre" que é mais plebeu...
Vamos a ver se não sou castigada...

Um beijinho

 

Enviar um comentário

<< Home