3 Ecos da Falésia: Outubro 2005

sexta-feira, outubro 28, 2005

OS NOVOS CAVALEIROS ANDANTES

À falta de melhores argumentos,
as campanhas ditas de Esquerda,
começaram, já, a catar no sótão
das suas recordações, imagens de
tempos distantes, aproveitando
ideias da autoria de quem, à data,
era considerada uma feroz
reaccionária, dona de um jornal
a que chamaram "pasquim".

Refiro-me a Vera Lagoa que, hoje,
é plagiada por José Jorge Letria,
no Blog de apoio a Manuel Alegre,
"O QUADRADO".

A frase "Manequim da Rua dos
Fanqueiros" serviu para a jornalista
se referir a Ramalho Eanes, por altura
dos anos 83/84, em alguns dos seus
truculentos artigos, no jornal
"O Diabo".

Quem diria que, passado tanto tempo,
um convicto esquerdista como é JJL,
fosse adoptar aquele epíteto, desta vez
para "mimosear" Cavaco Silva ?

Achou, decerto, que o rótulo assentava
na perfeição, dentro da linha já traçada
com vista a tentar ridicularizar o "inimigo".

Aliás, dentro da mesma linha,pudémos
assistir, no último "Eixo do Mal" ( SIC
Notícias), às referências a Cavaco, feitas
por dois dos comentadores residentes.

O candidato foi, ali, apodado de
"provinciano, que não gosta de ler";
o oposto, portanto, a Mário Soares,
um intelectual, urbano e culto, oriundo
de uma família tradicional, ligada às
Letras.
Cavaco, galhofaram estes senhores,
é, afinal, "o filho do gasolineiro
de Boliqueime; não se podia esperar
que saísse muito diferente do que é:
uma pessoa rígida e pouco à vontade".

Entre a claque de apoio a Soares e a que
rodeia Manuel Alegre há picardias várias
(JJL atira umas pedras ao PS, referindo
"o calculismo aparelhísta, a mentira
eleitoralista e o desprezo pela palavra
dada"); mas, de uns a outros, o inimigo
a abater, é como já foi demonstrado,
até à exaustão, Aníbal Cavaco Silva.

José Jorge Letria classifica a Direita de
"caceteira, inquisitorial, beata, rígida e
sisuda, com o sobrolho carregado de
desconfiança e um paternalismo bafiento
e sacrista". Diz, enfim, que "a Direita nunca
foi ALEGRE" (belo trocadilho).

Continua, apelidando-a, ainda, de
"medíocre, calculista e babando-se de
sofreguidão sempre que lhe falam em
Belém, por causa do perfume inebriante
do Poder".

A estes Cavaleiros Andantes, nunca foi
tal perfume que os inebriou.
Pelejam pelo "Bem do Povo", como
todos estamos fartíssimos de saber.

Em vez de uma Távola Redonda,
reúnem alguns, os mais puros,
dentro de um Quadrado, aquartelando-se,
antes de partirem na Demanda Santa do
Trono do Reino.

Combatendo, briosamente, aquela
Criatura, bisonha e sinistra, movida
pelos mais cavilosos desígnios.

TLIM

quarta-feira, outubro 26, 2005

TORNADO NO NEBRASKA

UMA QUESTÃO DE ÓLEO

Levamos, hoje, com mais uma
completa paralização, no sector
da Justiça:
Entre Tribunais, Registos, Notários,
Conservatórias e respectivo pessoal
administrativo e auxiliar ( incluídos
os elementos da P.J. afectos a alguns
serviços ),o País Legal fecha os olhos
e vira-se para o outro lado.

Toda a gente já ouviu vezes demais,
as razões de queixa desta gente:

É o congelamento das carreiras.
As alterações à aposentação.
A diminuição do período de férias.
A modificação do sistema de Saúde.

Perante uma câmara de TV,
um sindicalista esclarece:
-"Aqui, só os advogados não fazem
greve, porque são uma Profissão
Liberal".
Outro, afirma:
- "A nossa luta é por uma Justiça
melhor, de melhor qualidade!"

Não se entende muito bem como
o Senhor Ministro ainda não chegou
à conclusão, óbvia, de que:

Melhorar a qualidade da Justiça,
não passa, absolutamente, por
alterar Leis nem proceder a outras
reformas de somenos importância.

Em Portugal, trinta e um anos,
passados sobre a abertura de uma
porta que se supunha destinada a
beneficiar o sistema político e
económico do País, verificamos,
todos os dias, que o que nasceu torto,
tarde, ou nunca, se endireita.

Para o sector de gente desfavorecida
que hoje paralisa, a Justiça melhora
logo, quando, muito simplesmente,
se oferecem mais e melhores regalias
àqueles de quem depende a manutenção
da complicada Máquina Judicial.

Ou, por outras palavras:
Se olearem bem a Máquina, ela funciona.
Já se o óleo for de marca diferente,
ela começa a emperrar, a andar cada vez
mais devagar e, fatalmente,
acaba por parar.

É tudo, portanto, uma questão de ÓLEO.
Há quem lhe chame outra coisa.

TLIM

terça-feira, outubro 25, 2005

PORTUGAL MODERNIZA-SE

Em boa hora, foi o País informado
de uma das próximas medidas,
que o governo, que temos, planeia
executar.

Não. Não é a reforma da Justiça.
Nem o reforço do policiamento,
com vista a combater a crescente
criminalidade.
Também não se trata do fim das
listas de espera, nos hospitais.
Uma baixa nas taxas que tanto
oneram os combustíveis?
- Gelado.
A desistência definitiva dos projectos,
megalómanos do TGV e da OTA?
- Frio. Frio.
Enfim, o cumprimento duma promessa,
só uma, feita antes das eleições?
- Ora, não queriam mais nada...

Jorge Lacão foi, então, o portador
da Boa Nova para os Portugueses,
para algumas Portuguesas e, sobretudo,
para muitíssimas mais Brasileiras.

A "mais velha profissão do Mundo"
passará a ser considerada, entre nós,
como o é, já, em Países desenvolvidos,
(casos da Alemanha e da Holanda )
- UMA ACTIVIDADE ECONÓMICA.

Parabéns. Com este formidável passo
em frente, deixaremos, finalmente,
de ser considerados, pelo resto da Europa,
como uns insuportáveis provincianos.

Agora; debruçando-nos, um pouco, sobre
o assunto, pergunta-se:

Será o caso de o Senhor Ministro das
Finanças acalentar a esperança de vir
a abichar mais uns impostozitos?

Eu, não sei se estarei a ver bem a coisa,
mas palpita-me que os clientes da dita
"ACTIVIDADE", são bem capazes de
sentir uma certa relutância em pedir
o respectivo recibo ( com, ou sem IVA)
pelos serviços prestados.

Nem desconfio se o Governo já terá
delineado alguma tabela que contemple
a vasta panóplia dos citados "serviços",
onde o Sado-Masoquismo estará,
porventura, no topo de lista.

Estarão, portanto, prestes a reaparecer
as antigas e boas "Casas de Tolerância"?

Irão estas constituir-se em "Cooperativas"?

Não irá correr-se o risco de os actuais Bares
de Alterne ficarem numa posição de nítida
inferioridade, face à nova concorrência?

Isto é tema para a D. Fátima Campos Ferreira
levar ao PRÓS e CONTRAS.

Sendo certo que todas as dúvidas poderão,
a esta altura do campeonato, estar já
devidamente esclarecidas, desde que o
Senhor Engenheiro se tenha lembrado de
mandar o Dr. Jorge Lacão
receber umas explicações, ali para os lados
da Avenida Almirante Reis,
mais precisamente, ao Nº 131- 2º-Direito
( Lx).

O Professor Francisco Anacleto é pessoa,
perfeitamente habilitada, para responder
a estas e outras questões que estejam
relacionadas com os hábitos de vida,
na Holanda.

TLIM

domingo, outubro 23, 2005

ANTES E DEPOIS


Recebi-o, ontem,
em Email.
Embora seja
uma adaptação
ao momento actual,
cá vai.

TLIM

sexta-feira, outubro 21, 2005

27 / 5

Acabei de chegar de um passeio,
curioso, pelo Reino do Super Mário.
Que, hoje, conta, já, com 27 Postes.
Destes, 5 não mencionam Cavaco.

TLIM

"YOU' LL SCRATCH MY BACK"...

O Senhor Engenheiro J. Pinóquio
Sócrates, que já começa a curvar-se
ligeiramente para a frente, com o
peso do nariz, declarou, ontem, que
não exclui a possibilidade de o PS
abdicar de mais um compromisso
eleitoral.
"Mentir e fumar, o pior é começar".
( este ditado foi inventado agora mesmo,
mas assenta que nem uma luva)

Em causa está a famigerada Lei do Aborto:
Disse Sócrates que a respectiva legislação
poderá, afinal, ser aprovada pela maioria,
na A.R. evitando-se, definitivamente,
essa maçadoria do referendo.
A decisão ficará, apenas, dependente
do parecer do Tribunal Constitucional,
sobre a questão do início
da Sessão Legislativa.

Clarinho, como água. Não correndo
as coisas de feição, inflecte-se um pouco
para o lado que der mais geito.
A este processo chama-se, exactamente,
DEMOCRACIA.

E, depois, há outra matéria que não é,
de todo, despicienda:

A resolução rápida do problema
do Aborto pode resultar numa negociata
vantajosa; uma muleta estendida a um
Candidato Presidencial, que sente as pernas
a fraquejar.

Isto é "um supônhamos":
Vendo como brilharam os olhinhos
da Dra. Odete Santos e os do Dr. Louçã,
ante esta perspectiva, o que custaria tentar
umas negociaçõezitas, por baixo do pano?
"You' ll scratch my back and I' ll scratch yours".
( ou, à portuguesa, "Amor com amor se paga")

-Nós arrumamos, já, o Aborto, aqui e agora
e em contrapartida...
O Tio Gerónimo e o Tio Louçã continuam
com as respectivas campanhas, como se nada
fosse, mas, em vésperas do Dia D, irão
aconselhar os seus militantes a procederem
como há vários anos atrás:

Tapando a boca (para não vomitarem)
e o nariz (para não sentirem o mau cheiro)
deverão ir, todos, colocar a cruz à frente
do quadradinho do Dr. Soares.

Tentando, deste modo, que o Dr. Cavaco
não ganhe, à primeira volta, evitando, assim,
a victória da Direita capitalista, reaccionária
e imperialista.

TLIM

MAMMATUS CLOUDS














Fenómeno verificado em núvens formadas
numa atmosfera saturada de gotículas
de chuva, ou cristais de gêlo.

Fotografia tirada por Jorm C Olsen,
no Nebraska.

Às vezes apetece olhar para coisas belas,
longe das tristezas quotidianas.

TLIM

quinta-feira, outubro 20, 2005

NOVO JOGO NINTENDO

Ontem, pela primeira vez,
um novo e promissor BLOG,
viu a luz do universo dos monitores
portugueses.

O SUPER MÁRIO nasceu, fruto
do amor de apoiantes à candidatura
de M. Soares, para o trono do nosso
Mushroom Kingdom.
( Quem não conhece o mundo da Nintendo,
paciência. É porque anda mal informado)

Com o anúncio, para esta tarde,
da candidatura de Aníbal Cavaco Silva,
ficamos na expectativa de poder surgir,
em breve, o BLOG KING KOOPA.

E já que, a nível Global, os acontecimentos
evoluem, amiúde, de forma imprevisível,
é natural que, lá para o início
do próximo ano, apareça à venda uma
nova versão do conhecido joguinho.

Mas desta vez, com inesperado volte-face:
Após contendas variadas e surpreendentes,
King Koopa, auxiliado pelos seus apoiantes,
avança sobre Super Mário e, com uma
fortíssima chicotada, atira-o, de vez,
para o meio das urtigas.

Tendo, à sua volta, uma maioria
de Mushrooms, cantando em coro:

Thank you, King Koopa!

DONE

TLIM

terça-feira, outubro 18, 2005

BROTOEJA

Ainda nem Cavaco Silva se chegou
à frente, como candidato, já Vital
Moreira não consegue disfarçar as
suas mais fundas inquietações.

"Deriva Presidencialista"é o título
da sua crónica de hoje, no PÚBLICO.

Ali se dá conta do que ele chama
"Brotoeja Presidencialista, na Área
da Direita", moléstia que o colocou
em crescente desassossego:

Rui Machete escreveu um artigo no D.N.
e Morais Sarmento concedeu uma
entrevista ao Diário Económico.
Ambos comentam os poderes do
Presidente da República, expressando,
como é natural, numa sociedade livre,
as suas opiniões pessoais.

Tal bastou, pelos vistos, para tirar o sono
ao nosso conhecido constitucionalista.

Ora, ora...

Ele há tiques do passado que, de longe
a longe, vêm à superfície.

E, no tema em questão, só servem para
demonstrar a enorme falta de confiança
depositada no SEU candidato.

Caso a " brotoeja " incomode demais,
eu, atrevía-me a recomendar-lhe
o uso de um "anti-histamínico".

Vai ver que é remédio santo.

TLIM

segunda-feira, outubro 17, 2005

PESEIRO VERSUS GRIPE

Graças a Deus, o que nos valeu
agora, para parar, por momentos,
o incessante bombardeamento
de informação tendenciosa
e catastrófica, nos Tele-Jornais,
foi a última derrota do SPORTING.

Mais os respectivos adeptos.
Mais o Dr. Dias da Cunha.
Mais o Senhor José Peseiro.

Embora a ansiedade, exponenciada
na voz dos comentadores desportivos,
não ser também, há que confessá-lo,
música para os nossos ouvidos.

Mas, enfim: mesmo considerando que,
do ponto de vista, meramente estético,
o Peseiro seja o que se chama
um perfeito estafermo, ainda assim,
não consegue assustar tanto
os inúmeros velhinhos,confinados
ao remanso dos seus lares, quanto
a imagem duma galinha, congestionada
com o vírus da GRIPE.

TLIM

sexta-feira, outubro 14, 2005

LAPSOS INESQUECÍVEIS

Navegando, ontem, por alguns dos meus
Blogs favoritos, fui forçada a chegar a uma
conclusão, bastante triste:

Alguns comentadores rancorosos, não
hadem perdoar, nunca, certos lapsos ocasionais
de Jorge Coelho, num passado recente.

TLIM

CAMPANHAS

Em Portugal, os MEDIA têm vindo a cumprir,
abnegadamente, duas missões de cariz social:

Da primeira encarrega-se, quase exclusivamente,
a Televisão, tendo como veículo, as mensagens
publicitárias e, como finalidade, incrementar
a BOA EDUCAÇÃO, na camada jovem.

Dois exemplos de duas campanhas actuais:

A primeira refere-se ao SAPO MESSENGER.
O nosso herói recebe os amigos em casa. Tomam
as suas bebidas e vemos o SAPO, lata na mão,
mimoseando-nos com o mais sonoro arroto.

Fim do dia, o SAPO estafado, na cama, e vá
de soltar uma bufa tal que até faz voar o lençol.

Segunda campanha : Anti-Tabaco.
Porta de um ascensor aberta, três jovens bem
parecidas. A do meio, mexe-se, inquieta, faz
trejeitos de desconforto e ... ZÁS - ouve-se o fatal
traque, enquanto a menina revela algum embaraço.

Vem, então a mensagem, em voz off:
- "Feio é fumar. Não comeces".

Na Imprensa, temos, por exemplo, os anúncios
a toques de TELEMÓVEL:

"ARROTO - RAP". "PEIDO- RAP". "VÓMITO".
A combinação dos três.

E, na NET, anunciam-se toques em que os sons
são substituídos pela voz de alguém, como o
Herman José, gritando: -" Atende esta M...a,
C.r...o. F... - se!"
E por aí adiante . Comments deleted by a
blog administrator.

Despachada a Campanha Educativa, vem aquela
outra, da PREVENÇÃO:

Deixando de lado os incêndios, já tivémos semanas
inteirinhas de VACAS LOUCAS, NITROFURANOS,
PNEUMONIA ATÍPICA e a acual GRIPE DAS AVES.
Que, ou muito me engano, ou vai cumprir o lindo
serviço de fazer esgotar, no Mercado, as vulgaríssimas
vacinas para a vulgaríssima gripe que, todos os
Outonos, nos visita. E, com isto, é certo e sabido que
os desgraçados que, delas, realmente precisam, já não
as irão encontrar à venda.

Prevêem-se, também, entupimentos monstros, nas Urgências
Hospitalares, quando os espirros aumentarem.

Tudo, a reboque da hipotética PANDEMIA, que tão bem
enche a boca aos Senhores Pivots das várias estações de TV.

As recomendações, realmente esclarecedoras, seguem
dentro de momentos.


TLIM

quinta-feira, outubro 13, 2005

A MULTA

Dizem-me que Jorge Coelho tem andado,
de boné na mão, a correr atrás dos militantes
do PS, tentando, a todo o custo, juntar
a exorbitante quantia de 25 €, montante
que atinge a multa por desrespeito à Lei
Eleitoral.

Como Soares persiste em clamar, a plenos pulmões
que - " A mim ninguém me toca", e, já que o seguro
morreu de velho, e a multa é pesadíssima, restou
a J. Coelho esta ingrata tarefa que lhe tem ocupado
os quatro últimos dias.

Aliás, com pouquíssimo sucesso, visto que quase
todos os militantes, assim que o avistam, ao longe,
dão meia-volta e fogem, a grande velocidade.

Já não há respeito pelos mais velhos,
como antigamente.

TLIM

quarta-feira, outubro 12, 2005

ÁLCOOL OU DROGAS?

O senhor Secretário de Estado, dr. José Magalhães,
refutou, ontem, vigorosamente, a local que saíu,
ontem, no DN, sobre o aumento do consumo
de drogas e álcool na PSP e GNR.

Se tivesse pensado melhor, era capaz de não se sentir
assim tão convicto.

Senão, vejamos:
Um Dirigente Sindical da ASPP (que responde perante
o Governo da Nação) proclama, alto e bom som, que:

- "Nój xá mandámoj um Primeiro Ministro para
Bruxelaj e podemoj mandar outro para o Quénia."

O que pode pensar-se?
- Que este cavalheiro só pode estar é um pouco
toldado.

Não sei; digo eu...

TLIM

ANOMALIAS

Ontem, muitos dos Blogues por onde passo,
habitualmente, estavam com uma letrinha,
tão minúscula, que tornava impossível a leitura.
Em contrapartida, o meu saíu com uns caracteres
gigantescos. Será o "CHOQUE"?
( O tecnológico, entenda-se.)

Aguardamos, para ver.

TLIM

terça-feira, outubro 11, 2005

RESSABIADOS

RAZÕES DE MANUEL M.ª CARRILHO:

1- Os lisboetas preferiram votar
na ausência de propostas.

2- A continuidade venceu, apesar
de minoritária.

3- As difamações e calúnias, interferiram
com a campanha.

4- Os lisboetas não ouviram, com atenção,
as propostas do PS.

5- Há uma grande concentração de
funcionários públicos em Lisboa.

DESCODIFICANDO:
Estes funcionários públicos de Lisboa
são todos uns atrazados mentais, incapazes
de perceber uma proposta inteligente,
preferindo, antes, dar ouvidos às mais torpes
mentiras.

RAZÕES DE EDITE ESTRELA:

Os Sintrenses deixaram-se anestesiar
pelo futebol, tendo perdido uma oportunidade
extraordinária, já que João Soares seria um
excelente Presidente de Câmara.

DESCODIFICANDO:
Estes munícipes de Sintra são todos
uns mentecaptos, que só se interessam
pela bola.

É a vida...

TLIM



segunda-feira, outubro 10, 2005

RESCALDO

No rescaldo da noite eleitoral,
uma frase houve, que achei
uma DELÍCIA:

Foi proferida na SIC Notícias,
por Ricardo Costa:

-" Carrilho nunca poderia concorrer
a qualquer eleição que fosse; nem sequer
para DIRECTOR DE TURMA!"

TLIM

domingo, outubro 09, 2005

PREVARICADOR RELAPSO E CONTUMAZ

Há muitos, muitos anos ( cerca de trinta),
um jornalista de direita, Manuel Múrias
-director do jornal "A Rua"- respondeu,
em tribunal, por processo de Delito de
Imprensa, processo esse, que lhe foi movido
por Mário Soares.

Razão?
Numa das suas crónicas, o jornalista apelidou
o nosso Pai da Pátria, de "mentiroso relapso
e contumaz".
Foi condenado a pagar, ao queixoso, 300.000$00,
sob pena de enfrentar a cadeia.

A seguir, Vera Lagoa, reiterou os epítetos,
no semanário que dirigia - "O Diabo"-
justificando-os; e passo a citar:
"Em democracia, alguma vez, a verdade pode
ofender, a ponto de se mandar prender quem
a disse? Mário Soares é mentiroso e provo-o:
Não mentiu M.S. aos jornalistas quando,
uma vez interrogado sobre se ia haver mudança
de Gabinete, respondeu que não fazia um governo
"a trouxe-mouxe"? - Fê-lo logo a seguir.
Não mentiu M.S. quando negou a desvalorização
do Escudo e, no dia seguinte, o mesmo Escudo
era desvalorizado? E assim por diante.
Relapso? - Evidentemente.
Porque não se arrepende de mentir.
Contumaz? - Certamente.
Porque insiste na mentira." (...)

A crónica acabava deste modo:
"Imodestamente, copio Camões:
- Não cantarei
Nenhum que use de seu poder bastante
Para servir o seu desejo feio".

Quanto aos citados epítetos, servem-lhe, hoje,
tão bem ou melhor do que há 30 anos.
Basta lembrarmo-nos das recentes declarações
feitas a propósito da sua renovada candidatura
à Presidência da República.

Acontece que hoje, dia de Eleições Autárquicas,
Mário Soares tornou-se, também, num
PREVARICADOR, RELAPSO e CONTUMAZ.

PREVARICOU, nas passadas Eleições Legislativas,
ao apelar ao voto no PS, no próprio dia das
Eleições.
Foi RELAPSO e CONTUMAZ, hoje, repetindo
a mesma prática ilegal, em prol do voto em
João Soares.

Esta violação da Lei Eleitoral pressupõe uma multa,
até 60 dias, ou prisão até 6 meses.

Quer dizer: pressuporia, para o comum dos mortais.
Não, decerto, para quem tudo é permitido, sem
o risco da mais leve beliscadura.
Assim foi, meses atrás, hoje, não irá ser diferente.

Nem imagino que barbaridades por aí virão,
com a próxima Campanha para as Presidenciais,
sabendo, desde já, que este candidato estará, como
tem estado sempre, protegido por aquele "escudo
invisível", chamado IMPUNIDADE.

TLIM

O MENINO JOÃOZINHO

Não sei se o PS já terá percebido, finalmente,
que João Soares, pela sua arrogância, pela
completa ausência de simpatia pessoal, pela
tónica habitual do seu discurso, aliadas a uma
imensa ânsia de protagonismo, é aquilo que
se chama UM PERDEDOR NATO.

Apenas acedeu à presidência do Município
Lisboeta, por dela ter saído Jorge sampaio,
rumo à Presidência da República.

De resto, perdeu o lugar em favor de Santana
Lopes (apesar de coligado com a CDU),
perdeu a eleição para Secretário Geral do PS,
em favor de José Sócrates e perde, agora,
A Câmara de Sintra, conseguida, de novo,
por Fernando Seara.

Concorreu por Sintra, com o pormenor,
assás curioso, de ter votado em Lisboa,
onde estava recenceado.

Caricato?
Natural, para quem integra o CLÂ SOARES.

TLIM

sexta-feira, outubro 07, 2005

THE TERMINATOR

Na Junta de Freguesia de Vila Franca
das Naves foi, há dias, assassinado o
candidato a presidente da Junta de Freguesia,
pelo PSD.

Dias depois, foi o candidato à Câmara
Municipal de Trancoso (pelo PSD), encontrado,
morto, dentro do carro, com uma arma ao lado.

Na passada 2ªFeira, no Concelho de Caminha,
o marido da cabeça de lista pelo PSD, na
Freguesia de Argela, já tinha, também, morrido,
desta vez, electrocutado.

E uma outra candidata autárquica, concorrendo
pelo PSD, acabou os seus dias, num choque frontal
do seu automóvel com outro veículo, em Ourique.

Isto dá, ou não dá que pensar?
É certo e sabido que anda, para aí, algures, à solta,
um TERMINATOR, programado para "apagar"
gente ligada ao PSD.

E, claro está, enquanto as Polícias se entretêm
a programar as próximas manifestações e greves,
esta criatura ameaçadora tem o caminho livre para
levar a cabo os seus mais tenebrosos desígnios.

É quase certo que só não aconteceu, ainda, alguma
coisinha má ao Presidente do Partido, graças a um
delicado problema de visão, que, por vezes, afecta
este tipo de "exterminadores": a dificuldade de
atingirem, com precisão, alvos de menores dimensões.

E, pode saber-se o que andam a fazer, também,
os senhores do SIS?
Que isto, a continuar, como anda, o Professor Cavaco
Silva, arrisca-se a ser "apagado", à meia volta, antes,
mesmo de abrir a boca para anunciar
a sua candidatura.

TLIM

segunda-feira, outubro 03, 2005

MOVIMENTO CÍVICO DE INCIVILIDADES

6 Postes atrás, estranhava eu
a coincidência de encontrar o nome
de Maria Cavaco Silva, nas listas do
Movimento Cívico de Apoio à Candidatura
de Manuel Alegre.

Tremenda ingenuidade da minha parte.

Nova visita ao SITE, veio revelar a existência
de uns brincalhões, que, ali, despejam
inscrições fantasma.
O rol de nomes curiosos, incluía, ontem
à noite: ANÍBAL CAVACO SILVA - 4 vezes
MÁRIO SOARES - 5 vezes
MARIA CAVACO SILVA - 2 vezes.

Outros:

FREITAS DUMARAL - MIREILLE MATHIEU
- JACINTINHA -beata - EDITH PIAF -
COMUNIDADE RECREATIVA "As Alternadeiras"
-PAULO INDICIADO PEDROSO - CONNIE LIN
CARLOTA JOAQUINA-Raínha - BENTO XVI -
HERMÍNIA SILVA- fadista - CARDEAL CEREJEIRA
FRANCISCO SALGADO ZENHA -
JONAS MALHEIRO SIDÓNIO SAVIMBI -
AMÉRICO DE DEUS RODRIGUES THOMAZ-
AMÉLIA GAY CU LASSO - ELMANO SADINO-
TODA ABERTA PONTO COME - AL CAPONE-
CARLOS SILVINO- Bibi - DUO OURO NEGRO-
MARRECA DE MONSANTO - VERA LAGOA-
NAPEIDA CURRÁLIA - MANITAS DE PLATA-
VÍTOR DE SOUSA- pedófilo - RATO MICKEY-
"LOLA" do CONDE REDONDO -
CATARINA SENDEIRO BARDAMÉSIA-
GENERAL KAÚLZA DE ARRIAGA-
JORGE RITTO -embaixador -
JOEL FONSECA GALHÃO -
MARIA GUSTAVA DOS PRAZERES IMORAIS-
SRA. DONA ISABEL DE HERÉDIA-
CASA DE ALTERNE DE MIRANDELA -
FRANCISCO - Pastorinho e Vidente -
IRMÃ LÚCIA - ALEGRE BORA À CAÇA -
ALEGRE ÉS O MAYOR -
THOMÁS ALCAIDE - Tenor -
GUILHERMINA SUGGIA - Violoncelista -
AMÁLIA RODRIGUES - Fadista -
ANTÓNIO CALVÁRIO - "the voice" -
ALBERTO JOÃO JARDIM -
LUÍS VAZ DE CAMÕES - "O zarolho" -
SEBASTIÃO JOSÉ DE CARVALHO E MELLO-
ALCOÓLICOS ANÓNIMOS -
E oito diferentes Adegas Corporativas,
mais algumas cervejarias.

Candidato sofre...

É é ver o respeito dos Portugueses, por estas
figuras públicas.

Mas lá que os candidatos, actuais, ùltimamente,
se têm posto, um pouco, a geito, lá isso...

TLIM

O ECLIPSE

Esta foi a modesta imagem que consegui, da janela
do meu quarto. Eram 9h/45m.

domingo, outubro 02, 2005

PRIORIDADES

O nosso inefável Ministro da Saúde,
atirou para a primeira linha de
prioridades, na lista de espera das
intervenções cirúrgicas, no Serviço
Nacional de Saúde, O ABORTO.

Deve ter pensado:
- Isto tem de ser dito, antes das
Autárquicas, que as bases do PS andam
desmoralizadas, e o restante pessoal
anda a empatar o referendo.

- Há um prazo, definido, por lei,
para a execução de um aborto, mas
o mesmo não sucede, quando se trata
de extirpar um cancro, ou realizar
um "by-pass".
Estes podem, sempre, aguardar,
mais algum tempo, sem infringir a lei.

- Já que o Serviço Nacional de Saúde
vai colapsar, de qualquer maneira,
toca, mas é , a fazer umas flores, que,
ainda podem, bem, render umas boas
vontades, expressas nas urnas. Mesmo
não se tratando de Legislativas, este
povo nunca soube, muito bem, separar
as águas, e anda, por aí muita gravidez
indesejada.

O Senhor Ministro, a continuar assim,
ainda se arrisca a ser chamado
ao Palácio de Belém e a ver-se
condecorado com a ORDEM DA LIBERDADE.

TLIM