3 Ecos da Falésia: Maio 2007

quinta-feira, maio 31, 2007

NEM UMA VÍRGULA!


Cada dia que passa ficamos mais descansados com a Justiça a que temos direito.
Senhores Doutores Juízes vão-se desdobrando em afirmações de defesa da sua coutada, enquanto dão, uns aos outros, palmadinhas nas costas, pelos belos acórdãos produzidos.
.
Anos atrás, duas turistas nórdicas vítimas de violação no Allgarve, vieram a aprender que nunca deveriam ter-se passeado em mini-saia, "dentro da coutada do macho latino".Tomem lá que foi para aprenderem.
.
Um homicida da própria mulher viu a sua pena aliviada de uns anos, à conta de circunstâncias atenuantes:
A vítima ia ao café sem dizer ao marido, usava roupa pouco modesta e até se atreveu a "deixar-lhe esturricar o jantar".
Este último descuido, se calhar até teve por detrás alguma má vontade por o cônjuge não lhe permitir ver a telenovela.
Viu no que deu? Estava a pedi-las.
.
Quando uma empregada numa instituição para crianças deficientes foi acusada de usar de violência física contra as crianças que estavam ao seu cuidado, logo um solícito juiz declarou que uma boas palmadas fazem parte da educação e "quem não as dá, não é um bom pai de família".
E ser o menino deficiente, é coisa que não interessa nada, para o caso.
.
Bem recentemente, o chamado "pai afectivo" da Esmeralda, ouviu, em tribunal, equiparar o seu amor pela criança, a "tê-la tratado como um animal de estimação".
Comparação muito feliz.
.
E veio agora um Senhor Juiz do Supremo Tribnal de Justiça atenuar (em mais de dois anos) a pena a um pedófilo que andava a praticar abusos sobre várias crianças, embora só a mãe de uma tivesse apresentado queixa.
O menino tinha 13 anos? Já tinha idade para ter erecções. Certamente até gostou de ter sido abusado. Senão, teria contado aos pais. Com 13 anos uma criança já é capaz de se defender, SE QUISER.
E depois, o senhor pedófilo, coitado, tem uma família estável, mulher e filhos, temos de o ajudar a integrar-se melhor e toma lá uma pena menor e para a outra vez vê lá se escolhes um rapazinho de 14 anos que assim já estás mesmo safo.
.
Instado a pronunciar-se acerca da decisão, o Meretíssimo confirmou:
"NÃO MUDAVA UMA VÍRGULA NO ACÓRDÃO!"
.
Aqui está um homem de uma só palavra.
Destes é que o país precisa!
.
.
.

quarta-feira, maio 30, 2007

AVISO À NAVEGAÇÃO


Sobre publicidade pouco séria:

O ACTIMEL fornece ao organismo uma bactéria chamada L.CASEI. Esta substância é produzida normalmente por 98% dos organismos, mas quando é administrada externamente por um tempo prolongado, o corpo deixa de a fabricar e, pouco a pouco, "esquece-se" de que deve fazê-lo e de como deve fazê-lo, sobretudo em pessoas menores de 12 anos.
Na realidade, foi criado na forma de um medicamento para essas poucas pessoas que não a "fabricam", verificando-se posteriormente que esse universo era tão pequeno que o produto deixou de ser rentável.
No sentido de contrariar esta falta de rentabilidade, foi vendida a patente a empresas do sector alimentar.
A Secretaria de Estado da Saúde de Espanha, obrigou a ACTIMEL a indicar na sua publicidade que o produto não deve ser consumido por um tempo prolongado.
Se virmos o anúncio com atenção, está lá: "DESAFIO ACTIMEL: TOME DURANTE 14 DIAS".
Uma forma subtil de cumprir a norma, sem que o consumidor se aperceba e continue a consumir o produto, achando que está a reforçar as defesas do organismo.
Com isto, uma mãe que decida completar a dieta do seu filho com o ACTIMEL, não sabe que pode estar a causar um dano significativo à saúde futura dessa criança. ou à sua, devido à manipulação publicitária da multinacional DANONE.

Nem faço ideia se o mesmo se passará com as margarinas e iogurtes que prometem a redução do colesterol e outros que tais...
.
.
.

terça-feira, maio 29, 2007

SOBRE O JOGGING


PARTICULARIDADES:
.
LOCAL:
Não é necessário gastar dinheiro dos contribuintes em ginásios dispendiosos.
Pode praticar-se em qualquer local, como a Ponte 25 de Abril, a Baía de Luanda, o Calçadão de Copacabana, o Parque Beihei de Pequim ou a Praça Vermelha em Moscovo.
.
HORÁRIO:
Pode praticar-se a qualquer hora, do dia ou da noite.
Querendo lixar a população trabalhadora de um determinado local (caso de Moscovo), é preferível fazê-lo numa hora em que o trânsito tenha de ser forçosamente interrompido, o que ajuda a fortalecer o ego.
.
SOZINHO OU ACOMPANHADO:
A companhia de numerosos guarda-costas é sempre indispensável.
.
FREQUÊNCIA:
Está relacionada com o tempo de que se dispõe.
Mas é aconselhável sempre que tenha lugar uma deslocação ao exterior, em visita oficial.
.
OBJECTIVO:
Tanto pode tratar-se de normal manutenção, como de pretexto para saír no jornal.
.
NÍVEL:
Cada praticante compete apenas consigo próprio. Não há adversários.
O que é bom.
No final de cada prova, o desportista sai, infalìvelmente, vencedor.
.
.
.

domingo, maio 27, 2007

EFICÁCIA GARANTIDA


NOVIDADE

Estudos recentes confirmam que, devido ao stress, alguns homens estão ainda mais sujeitos à incontinência, do que muitas mulheres.
.
Os pensos TENA SUPER (odour control), fabricados segundo técnicas exclusivas e patenteadas, não só eliminam o mau hálito como, graças às suas várias camadas de protecção, abafam completamente o ruído.
O alto nível de aderência oferecido pela faixa auto-colante, na base de cada unidade, permite que esta se mantenha no lugar, durante muito mais tempo do que o, até agora, conseguido pelos pensos normais.
.
PARA SILÊNCIO E CONTENÇÃO,
TENA É A SOLUÇÃO
.
.
À venda nas farmácias e grandes superfícies comerciais.
.
.
.

sexta-feira, maio 25, 2007

"OTA PARADIS" - haute cuisine


Este restaurante 5 estrelas, aberto há mais de dois anos, cuja propriedade está registada em nome de "FAMÍLIA ADAMS SA", mas pertence, de facto, ao cidadão José S.P.Carvalho P. de Sousa, teve, nos últimos dias, uma publicidade inusitada e gratuita, nos media nacionais. Tudo graças a um pequeno fait-divers.
O referido estabelecimento, conhecido sobretudo entre os bons gastrónomos da capital, conta com vários colaboradores, a saber:
Um gerente, um tanto a caír da tripeça - o Sr. Almeida - que, em tempos recuados regressara de Moçambique com uma mão à frente e outra atrás.
Um chefe de mesa - o Pedrito do beicinho - que se apresenta de smoking imaculadamente branco.
Um segurança - o Senhor Pereira - que veio substitír o recentemente transferido Sr. Costa, agora candidato a varredor da CML.
E um mestre cozinheiro - o Sr.Mário - conhecido por "o filho da Lina" ou "o filho da......não me ocorre, agora, o nome. Homem habilitadíssimo, dizem que licenciado numa universidade de Paris, com um curso de Haute Cuisine, reconhecido por todas as entidades competentes.
Parece a sua saúde não se recomenda, já que terá afirmado que " não tenho um braço, perdi uma perna, ando torto da coluna, mas sobrevivo porque não tenho um cancro no pulmão". Coitado.
O restante pessoal, encontra-se a trabalhar em duas modalidades:
Durante as refeições, servem à mesa, ou ajudam na cozinha.
No horário morto, atendem as chamadas da linha "Saúde à Distância" do SNS.
.
O ambiente da casa é extremamente agradável, embora se verifiquem esporádicas faltas de papel higiénico nos lavabos, dada a quantidade de matéria fecal ali deixada pelos habituais frequentadores.
.
Seguimos para o MENU:
TARTINE DE CHÈVRE D'OTA FRAIS
MOUSSE DE THON D'OTA EN TARTELLETTES
VELOUTÉ DE BROCOLIS A L'AVIONNETTE
BISQUE DE LANGOUSTE DE HANGAR
BEIGNETS DE POULET A LA SAUCE D'HUILE DE AVION
GATEAU NOUVEL AÉROPORT
BAVAROIS AU CITRON D'OTA
.
.
E, finalmente, o tal fait-divers que tanta tinta faz correr:
Foi o caso de um casal da margem sul que, na intenção de comemorar o seu aniversário de casamento, decidiu fazer uma extravagância e ir jantar ao "OTA PARADIS".
Consultando a lista e não percebendo patavina de Francês, pergunta o cliente:
-"Olhe lá, ó amigo, não se arranjam dois meios bifes à casa? É que nós somos do Poceirão e não estamos habituados a estes pratos."
O Pedrito empalideceu e rumou à cozinha a dar conta do pedido ao Mestre Mário, a essa hora já um pouco entornado, por ter provado várias das bebidas com que confeccionava as suas iguarias.
Mal ouviu as palavras "meios bifes" e "Poceirão", o Mestre ficou ainda mais congestionado. Mão trémula, olhos raiados, disparou para a sala de refeições, enfrentando, de braço no ar, o tímido casal:
-"A nossa casa não serve gente do Poceirão!" - trovejou - "nem de Rio Frio, nem de Faias! Isso são lá sítios decentes? Onde não há gente, não há escolas, não há hospitais, não há cidades, não há indústrias, não há comércio, não há hotéis, são um autêntico deserto? Esta casa não serve pessoal dessa áreas, ainda por cima com o arrojo de vir pedir meios bifinhos!
JAMAIS! JAMAIS!"
E virou costas, bruscamente, soltando um sonoro arrôto, para melhor sublinhar o seu desprezo.
Já o Sr. Ameida tinha acorrido a saber a razão de tal alarido e comentava com o Pedrito:
-"E quem nos garante que aqueles dois não são um casal de bombistas suicidas disfarçados, a ver se destroem o nosso restaurante, hã, hã?
Hoje, o terrorismo está na ordem do dia! Quem quiser criar-nos um grande problema...já viu?"
Pedrito, amparando o Sr, Almeida que cambaleava com o nervosismo, sussurrou-lhe ao ouvido:
-"Ó Sr. Almeida, acalme-se lá, olhe que lhe sobe a tensão! Lembre-se do que lhe aconteceu nos Açores, há uns anos, quando lhe pespegaram uns borrachos no focinho...âââââ... peço desculpa, não era isto que eu queria dizer. Quando lhe encostaram a mão à face e até lhe partiram os óculos..."
.
O casal, estupefacto e humilhado, já se tinha levantado da mesa, dirigindo-se para a saída.
-"Tens que ter paciência, filha" - murmurou ele, abrindo a porta do Fiat Uno - "este era um dos poucos restaurantes abertos com licença de funcionamento, que a ASAE tem andado a mandar fechar todos os outros...
Olha, enquanto a concorrência não se decidir a fazer frente a estes senhores, quando quisermos ir comer fora, só se arrastarmos a mesa para a varanda.
É a vida..."
.
.
.

quinta-feira, maio 24, 2007

MAIO, MÊS DOS DESAFIOS - II


Passamos ao segundo desafio, vindo da MARIA de O CHEIRO DA ILHA.
Desta vez, é uma lista de perguntas a que devo dar resposta e fazê-las seguir para outros 5 bloggers.
Tal como no caso anterior, respondo, sem dar seguimento à cadeia, que me perdoem.
Fica a tarefa por metade...
.
EU QUERO: Ter esperança.
EU TENHO: De perder 5 quilinhos, sem falta.
EU ACHO: Que os portugueses não merecem o país que têm.
EU ODEIO: A deslealdade. Ser forçada a fazer o que não quero.
EU SINTO: Que não sou tão velha quanto acusa o meu BI.
EU ESCUTO: O malfadado berbequim das obras na casa do porteiro.
EU CHEIRO: Felizmente, de momento não cheiro nada. Já quando a minha vizinha do lado frita batatas...
EU IMPLORO: Eu nunca imploro, embora possa pedir por favor.
EU PROCURO: Respeitar os outros. Ser pontual.
EU ARREPENDO-ME: De ter confiado em quem não merecia.
EU AMO: O Verão. A praia. O que é belo.
EU SINTO DOR: Num maldito calo do pé direito, quando o tempo muda.
EU SINTO A FALTA: Da minha mãe.
EU IMPORTO-ME: Com a violência exercida sobre os mais fracos.
EU SEMPRE: Olho para um espelho.
EU NÃO FICO: Calada, quando tenho razão.
EU ACREDITO: Nos laços de sangue.
EU DANÇO: In the dark.
EU CANTO: Em surdina, as canções de que gosto.
EU CHORO: Muito raramente.
EU FALHO: Em perdoar e esquecer.
EU LUTO: Pelos meus direitos.
EU ESCREVO: Porque me dá prazer.
EU GANHO: Cada vez mais experiência e cabelos brancos (disfarçados pela cosmética...)
EU PERCO: A paciência, com a falta de civismo do portuga.
EU CONFUNDO-ME: Com as direcções a seguir. Mas NÃO, nunca entrei em contra-mão.
EU ESTOU: Saturada com a publicidade que sou obrigada a gramar.
EU FICO FELIZ: Quando arranjo lugar para estacionar, sem andar às voltas.
EU TENHO ESPERANÇA: De viver mais uns anitos.
EU PRECISO: De umas colunas para o computador, que me fanaram as minhas.
EU DEVERIA SABER: Que as pessoas raramente mudam para melhor.
EU SOU: Orgulhosa. Chata, ás vezes, mas sincera.
EU NÃO GOSTO: Do frio. Do mau gosto. DE BARATAS!
.
E foi lutando contra esta última antipatia, que escolhi a ilustração para este post.
.
.
.

MAIO, MÊS DOS DESAFIOS - I


No dia 11, fui desafiada pelo Poetaeusou, a deixar aqui um MEME e lançar o repto a outros 5 bloggers.
Esclarecendo:
MEME é um termo criado em 1976 por Richard Dawkins e o equivalente, para a memória, ao gene, na Genética.
É uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro.
Um MEME pode ser uma ideia ou parte dela, um som, um desenho, um valor estético ou moral ou outra coisa que possa ser aprendida e transmitida fácilmente, de uma mente para outra.
Neste caso, de um blog para outros.
.
Avessa que sou a cadeias, aceitei colocar aqui o meu MEME, mas não vou passar o desafio a outros.
Escolhi a frase com que termina o belíssimo filme de Elia Kazan - "ESPLENDOR NA RELVA", extraída do poema de William Wordsworth, com o mesmo título:
.
"THOUGH NOTHING CAN BRING BACK THE HOUR
OF SPLENDOR IN THE GRASS,
OF GLORY IN THE FLOWER,
WE WILL GRIEVE NOT, RATHER FIND
STRENGTH IN WHAT REMAINS BEHIND
."
.
.
.

terça-feira, maio 22, 2007

BIG SISTER IS WATCHING YOU!


Conselhos a um trabalhador da Função Pública:
.
Ainda que:
1- O seu nome não seja FERNANDO.
2- Nem o seu apelido CHARRUA.
3- As suas convicções políticas não sejam proibidas pela Constituição.
4- Pense que vive num país democrático.
5- Esteja convencido de que a liberdade de expressão é um direito.
6- Imagine que não existe delito de opinião.
7- Tenha ouvido, na televisão, um Ministro a gozar, impunemente, a respeito do curso do Senhor Primeiro Ministro.
8- Acredite que perseguição política era uma malfeitoria dos tempos da outra senhora.
9- A sua chefe não use o nome de MARGARIDA.
10- Nem o apelido MOREIRA.
.
Mesmo assim e por via das dúvidas, sempre que se encontre dentro do seu horário de serviço e no local de trabalho, nuca se esqueça de 3 coisas fundamentais:
.
1ª- "O SENHOR PRIMEIRO MINISTRO É O PRIMEIRO MINISTRO DE PORTUGAL".
2ª- "OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DEVEM-LHE RESPEITO".
3ª- "NENHUM DESTES FUNCIONÁRIOS PODE PERTURBAR O BOM FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO
".
(nomeadamente, contando anedotas a um colega, em privado, sobre alguém a quem deve respeito)
.
ENTENDEU BEM?
Então vá lá à sua vida, mas COM CUIDADO!
Nunca se esqueça de que arranjar emprego não está fácil e um processo disciplinar não ajuda nada.
Saiba comportar-se com DECÊNCIA!
.
Lembre-se: BIG GIRL IS WATCHING YOU!
.
.
.

domingo, maio 20, 2007

AO MEIO DIA EM PONTO, EU NÃO VOU GUARDAR UM MINUTO DE SILÊNCIO


Quando é sugerido um minuto de silêncio por alguém, a primeira coisa que me vem à cabeça é uma homenagem póstuma.
O silêncio está ligado à morte, não à vida.
Lembro-me, como exemplo, do silêncio nos estádios de futebol, a seguir á morte trágica de Miklos Feher, mas não me lembro de ser pedido um minuto de silêncio por alguém vivo ou mesmo doente.
Uma oração é coisa diferente, feita em silêncio ou em voz alta.
.
Este apelo, diz-se, circula há já vários dias, na net, sob a forma de e-mail anónimo, enviado e reenviado.
Não imagino quantos milhares de pessoas irão acatar a sugestão, tal a vocação das massas para serem manipuladas.
.
Eu não sou muito diferente da maioria das pessoas.
Mas tenho um defeitozinho genético que os meus pais designavam por "espírito de contradição" e que, volta e meia, me acarreta alguns dissabores.
A última coisa que me apetece é sentir-me "levada" ou "empurrada".
Meto logo travões a fundo.
.
Esteja Madeleine viva ou morta, nada garante que este apelo anónimo não possa mesmo partir do seu algoz, em suprema e sádica demonstração de impunidade.
Num mundo infectado pelas perversões mais inimagináveis, esse anonimato impede-me, à partida, de enfileirar em manifestações colectivas deste teor.
.
Mas desejo, com todas as minhas forças, que esta minha suspeita não tenha o menor fundamento.
.
.
.

ALTERAÇÃO DE RITUAL


Verificada a precariedade de permanência dos titulares de cargos públicos nas mesmas funções, os diferentes partidos com representação na Assembleia da República chegaram a consenso, no sentido de ser introduzida uma pequena alteração no ritual do juramento incluído na cerimónia de posse.
A nova frase passará a ser:
.
"JURO SOLENEMENTE POR MINHA HONRA CUMPRIR COM LEALDADE AS FUNÇÕES QUE ME SÃO CONFIADAS, ENQUANTO NÃO ENTENDER SER MAIS NECESSÁRIO IR PREGAR PARA OUTRA FREGUESIA."
.
Segue-se a respectiva assinatura, após o que os anteriores titulares deverão transmitir uma imagem de solidariedade, atirando-se em molhada, para os braços dos seus colaboradores e executando gestos cabalísticos com os dedos.
O uso de avental não foi considerado obrigatório, nem para os novos empossados, nem para os que transitem para novas funções.
.
Facto que se relaciona com a habitual contenção de despesas, levada a cabo com o maior rigor, por este executivo.
.
.
.

terça-feira, maio 15, 2007

EMPLASTROS


Quando eles são como aquele adepto fêcêpista que dá sonoros beijinhos em bochechas de presidentes de clubes de futebol e é perdido por uma câmara TV, bem vai a coisa.
.
Pior, bem pior é aquela outra espécie que além de gostar de ficar na fotografia, adora fazer charme e ser bem prestável.
Que, sendo bilingue, vai bichanar ao atento e plácido ouvido policial, sugerindo os seus serviços de tradutor-intérprete em situação de aperto e a custo zero, o que ainda é mais aliciante.
Se a nossa abençoada polícia aceita, o tal emplastro insinua-se aos poucos e é um entra e sai, nos locais supostamente interditos a estranhos.
Sem pressas, vai destruindo, paulatinamente, algumas provas, assim como quem não quer a coisa.
.
E estas espécies também têm mães?
Têm:
As chamadas "mães emplastro".
Que montam barraquinha à sombra ou ao sol, tanto faz desde que consigam filtrar as informações que não interessam às autoridades.
Não fosse uma jornalista desconfiada e ainda agora andava tudo ás pancadinhas nas costas uns dos outros e ó tio, ó tio, que nunca mais é sábado.
.
Querem agora fazer-nos crer que era mesmo para ser assim, que ele andava a ser seguido e escutado, que a polícia não é tão tenrinha como pode parecer.
.
A ver vamos se não fica tudo em águas de bacalhau, como com alguns dos suspeitos do processo Casa Pia:
A pedirem, ainda por cima, uma indemnização ao Estado, por perdas e danos.
.
.
.

domingo, maio 13, 2007

A RETALHO


Musicalmente falando, já tivemos luas de várias cores, luas para todas as sensibilidades, Blue Moon, Yellow Moon, Pink Moon, Black Moon, Picasso Moon, Mississipi Moon, Moondance, Moonshadow, Moon River, Children of the Moon, By the Light of the Silvery Moon, Dark Side of the Moon, The whole of the Moon, Fly me to the Moon, It's only a Paper Moon e por aí fora e por aí adiante.
.
Embora a lua não fosse já um astro, por assim dizer, "virgem" e apesar de sabermos que o Senhor Denis Hoper andava por aí a fazer das suas há uma pancada de anos, o facto de vir agora abrir uma sucursal no nosso país para a vender a retalho, não me caíu bem.
Mas isso sinto eu, que me tenho por conservadora, nestas matérias.
Há que notar, entretanto, que esta "oferta realmente inovadora" e acima de tudo, "verdadeira", já conseguiu seduzir 250 alegres portugueses.
Estando o senhor Hoper esperançado em convencer mais uns 5.750, até final do ano.
.
Por 25€ uma pessoa recebe o seu certificado de propriedade, um mapa lunar onde pode (com a maior facilidade, espera-se) identificar o seu lote de terreno...terreno não sei se é a palavra certa e um código de conduta.
Quer dizer: O que é e não é permitido e espero que fumar também seja coisa vedada por lá.
Já existe um edifício projectado, em forma de pirâmide, coisa acertadíssima.
Sobre rotundas não há notícias mas também, até finais do ano, ainda vão a tempo.
Está prevista uma prisão e quem for engavetado terá de se contentar com a circunstância de a cadeia ficar num local "sem vista para a Terra". Bem feito.
.
Se a Dra. Ana Gomes tiver a vida longa que todos lhe desejamos, vai passar as passas do Algarve para descobrir, depois, o rasto a todos os prisioneiros que os E.U. vão recambiar para lá.
.
Por ora, temos a Proteste a aconselhar, prudentemente, os investidores a aplicarem os dinheirinhos em certificados de aforro, que é mais seguro.
O que não quer dizer que não haja entusiastas da ideia aliciante de ter investimentos a looooongo prazo, por quantias simbólicas.
E que, ainda por cima, oferecem direitos de transmissão aos descendentes.
Tipo:-" O velho estafou o dinheiro todo em bebida, jogo e mulheres, mas ao menos ninguém me tira os meus 4 hectares na Lua!"
.

Há uns bons pares de anos atrás, muito antes da globalização e quando não era tudo igual em todo o lado, uma pessoa dava um pulo a Londres e ao saír do Museu Britânico, atravessava a rua e entrava numa lojinha de "souvenirs", onde podia adquirir uns certificados para conduzir no banco de trás, placas da prisão de Alcatraz, com o número da cela e outras utilidades quejandas, nem sempre baratas mas que eram óptimas para trazer como lembranças.
Estes certificados lunares são mais ou menos a mesma coisa, com a desvantagem de se poderem comprar online, sem ser preciso levantar sequer o rabinho da cadeira.
Ou seja: sem ponta de piada.
Digo eu.
Já que o Senhor Hoper, doutorado em Marketing por alguma congénere da UnI na Califórnia, pensará certamente de forma diversa.
.
.
.

quinta-feira, maio 10, 2007

OS BONS EXEMPLOS DO MÉDIO ORIENTE



A Senhora Ministra da Educação devia pôr os olhos no plano educativo do HAMAS que usa a figura de um Mickey Mouse de imitação, para ensinar às criancinhas os deveres de um bom muçulmano.
O ratinho chama-se FARFOUR e a pequena apresentadora, vestida com a máxima decência, é a SARAA, que ensina aos meninos: "Nós, os melhores, criámos este programa para virmos a liderar o mundo."
Há uma linha telefónica para as crianças exporem as suas livres opiniões.
MUHAMAD, de 12 anos, faz um telefonema a cantar, entoando uma letra bem pedagógica:
"JERUSALÉM NÓS ESTAMOS A CAMINHO, É TEMPO DE MORTE, NUNCA NOS VAMOS RENDER AO INIMIGO".
.
Renderem-se ao inimigo está proibido.
Aproveitarem um boneco concebido pelo inimigo e utilizarem a sua tecnologia, já podem.
Desde que a mensagem a transmitir seja apropriada para o público infantil e a apresentadora, apesar da tenra idade, mantenha a modéstia na indumentária, para não ser motivo de tentação ou pecado.
.
Se os nossos meninos assistissem a programas pedagógicos deste género, em vez dos filmes violentos que lhes são apresentados, já não provocavam toda aquela rebaldaria nas escolas.
E aprendiam umas noções de nacionalismo como deve ser, em vez de, anos mais tarde, caírem nas tentações de PNRs e quejandos.
.
Tome nota, Senhora Ministra.
É em: http://www.youtube.com/watch?v=lZEGsnWZKh8
.
E não tem nada que agradecer.
.
.
.

terça-feira, maio 08, 2007

OPINIÕES


O artigo termina como segue:
"A não ser que, em nome do supremo amor às boas maneiras, se faça como os paizinhos da pequena Madeleine: deixá-la em casa a dormir com os irmãos, que é para não incomodar o jantar."
.
No que a mim me toca, quando vou ao restaurante não gosto nem de levar com fumo em cima, nem de meninos aos gritos, nem de telemóveis a tocar, nem de televisões com som, entre outras coisas.
.
Quanto ao senhor João Tavares, não gostei especialmente daquela frase, que me pareceu insensível e cruel.
Eu, que sempre fui uma "mãe galinha" e sou uma "avó galinha", nunca seria capaz de fazer tal julgamento relativamente àqueles pais, numa ocasião como esta.
.
.
.

segunda-feira, maio 07, 2007

ARTE SEM MOVIMENTO


Eu sei, eu sei.
Disse que encerrava os temazinhos deprimentes.
Mas quando vejo uma foto com algumas das vinte mil pessoas que se atiraram para o chão, voluntàriamente, gratuitamente e nuzinhos da Silva, tendo prazer em fazer estas tristes figuras, chega-me logo a tentação de não cumprir o que disse anteriormente.
.
Onde quer que vá, o senhor Spencer Tunick consegue sempre reunir montanhas de gente ansiosa por posar e poder contar mais tarde aos respectivos descendentes como a sua imagem ficou gravada para a posteridade. Se bem que deva haver certa dificuldade em descobrir o próprio corpo, no meio duma amálgama que mais parece recordação macabra de campo de concentração, nos tempos da guerra.
.
Bom, valha a verdade, há uma diferença:
Estes estão um tanto ou quanto mais nutridos.
.
.
.

domingo, maio 06, 2007

SER MÃE



"DE TODOS OS DIREITOS DA MULHER, O MAIOR É SER MÃE".
.
.
.

sábado, maio 05, 2007

AS APARÊNCIAS ILUDEM


Com esta imagem de pastelaria contemporânea, finalizo a minha galeria de bizarrias, por estas bandas.
Disse PASTELARIA?
Disse.
.
Kittiwat Unarrom é um estudante de arte Tailandês de 28 anos, com uma paixão pela confecção de bolos sendo, ao mesmo tempo, um fanático por filmes de terror.
Detentor de uma cabecinha que não pára, resolveu iniciar uma experiência alternativa.
Daí para a "Pastelaria dos Horrores", foi só um passo.
.
Os ingredientes são os do costume: Ovos, farinha, etc, etc. Moldes e corantes é que não têm nada de vulgar.
No seu estabelecimento, podem os apreciadores de sobremesas exóticas, degustar um belo membro decepado ou, preferindo, um naco de cabeça.
Tudo a fingir, claro está. Mas há sempre a hipótese de uma pessoa se imaginar na pele dum canibal, o que é altamente pedagógico.
.
É possível que as digestões sejam normais, mais azia, menos azia.
A clientela é que já não tenho tanto a certeza.
.
.
.

quinta-feira, maio 03, 2007

A MORTE FICA-VOS TÃO BEM





A partir do próximo Sábado, Lisboa entra no roteiro dos países civilizados que já viram uma exposição feita à custa de gente morta.
.
Esta manipulação "artística", chamada polimerização, foi criada em 1977 por Gunther von Hagens, médico alemão (porventura descendente de Josef Mengele), que inventou um método original de conservar cadáveres.
Os humores são aspirados e os tecidos embebidos em silicone ou em poliéster, tornando-se secos, inodoros e com um tempo de duração apreciável.
Criar um cenário com mortos a jogar xadrez, a disputar um joguinho de cartas ou montando a cavalo é uma originalidade capaz de atraír multidões, se bem que existem, decerto, mentes atrazadas para quem manipular os restos mortais de desgraçados sem eira nem beira, é sinal de desrespeito para com o ser humano.
Deixá-los.
.
Esta exposição que Lisboa vai ter oportunidade de ver (esperam-se magotes de mirones entusiastas de acidentes rodoviários), é promovida pela empresa "Body Worlds" e é mais uma entre outras que circulam por vários países.
Arnie Geller, um dos felizes "directores artísticos", está feliz:
-"A nossa tournée já conseguiu mais receitas, em cerca de metade do tempo, do que o filme Titanic, que é um campeão de bilheteira".
Good for you, Mr. Geller.
.
Estes corpos, como, por lei, não podem ser comprados, são "alugados" à República Democrática da China, durante 5 anos, por 25 milhões de dólares, pagos ao governo Chinês.
No início do seu circuito comercial, encontram-se as fábricas de "peças mumificadas", instaladas na cidade de Dalian (China).
Funcionam numa série de prédios não sinalizados e empregam milhares de trabalhadores, lado a lado, em extensas bancadas, limpando, cortando, dissecando e embalando. Os cadáveres ou partes deles, são depois enviados para o Japão, a Coreia do Sul e os Estados Unidos.
.
Hoje em dia, na China, é extremamente difícil saber com exactidão a origem deste ou daquele corpo.
Os museus onde se fazem estas exposições, não se lembram de quem lhes forneceu o "material".
As morgues contam versões diferentes sobre o destino dado aos mortos entregues á sua responsabilidade.
Até universidades já confirmaram e desmentiram a existência de operações de conservação de cadáveres, nas suas instalações.
Entretanto, entre os países receptores, há acusações mútuas de roubo de patente, competição ilegal e tráfico de corpos humanos.
Cada um incomodadíssimo com a falta de ética dos outros.
.
Saibam então os interessados nO CORPO HUMANO COMO NUNCA O VIU, que o preço dos bilhetes varia entre os 14.50€ para CRIANÇAS até 12 anos, em dias de semana, até 21€, preço para adulto, ao fim de semana.
Fazem-se preços especiais para grupos e... CRIANÇAS ATÉ AOS 4 ANOS não pagam.
.
Os infantários façam, pois, o favor de se adiantarem.
É no Palácio dos Condes do Restelo.
.
.
.

quarta-feira, maio 02, 2007

THINKING BLOGGER AWARD-III


Ainda eu não tinha enviado os chequezinhos para pagamento da campanha publicitária encomendada à MARIA, ao POETA e ao A.LEITÃO e aparece a CRIS a oferecer-se para colaborar na dita campanha, desta vez do outro lado do Atlântico!
Oportunidades dessas eu não quero perder, que já estou a ver-me, um dia destes, estampada em outdoors, no Marquês de Pombal, sítio preferido pelas elites cá do burgo.
.
Vou ter, então, de me esticar ainda mais e arranjar outros cinco produtos novos para promover.
Sempre estou para ver como fica, no fim disto tudo, o meu saldo bancário.
Desta vez vou nomear 5 blogs que NÃO ME FAZEM PENSAR MUITO, embora me façam rir bastante e sejam muito pouco ortodoxos.
São eles:
BLOG DA NALGA
O MEU BOSQUE
MINISTÉRIO DA SOLTURA
BRAGANZA MOTHERS
O PERÍODO
.
Cada blogger nomeado indicará, se assim o entender, 5 blogs que o fazem pensar, justificando as suas escolhas.
Poderá copiar o logotipo do "Award" e colocá-lo na margem esquerda do seu blog.
O aviso de cada nomeação deverá ser posto na respectiva caixa de comentários.
Quem não quiser tomar parte neste passatempo, não deverá sentir-se pressionado.
Está à vontade.
Uma nomeação significa, apenas, que alguém gosta do que fazemos.
Nada mais.
.
Amanhã prosseguiremos com algo completamente diferente.